F-1 - Blog da Fórmula-1 de Daniel Dias - Dias ao Volante

Ir para o conteúdo

Menu principal:

Hamilton vence no Canadá

Dias ao Volante
Publicado por em F-1 ·


O GP do Canadá deste ano será lembrado por muito tempo. Não por mais uma vitória de Lewis Hamilton, mas pelo incidente envolvendo os dois principais astros da Fórmula-1 no momento, o pentacampeão e Sebastian Vettel, autor da pole position no sábado. Com uma disputa intensa entre os dois na prova, com o piloto da Ferrari em primeiro lugar, aconteceu o que ninguém queria: uma punição decidindo o resultado de uma corrida. Vettel errou a tomada da primeira chicane de Montreal, saiu da pista e retornou bloqueando a passagem de Hamilton, que teve de frear para não bater na Ferrari de número 5. Se iniciou aí uma longa reunião com os três comissários oficias para analisarem o incidente.
Depois de muito tempo, veio a punição de 5 segundos para Vettel, que seguiu na frente até a bandeirada final. No retorno aos boxes, Vettel não levou seu carro para o lugar dos três primeiros colocados determinado pela direção de prova. Depois, sumiu para dentro dos boxes e só voltou a mando da Ferrari. Antes de ir para a sala que antecede o pódio, Vettel ainda trocou a placa que marca as posições na frente dos carros, colocando o número 2 na frente da Mercedes de Hamilton. No pódio, Hamilton puxou o rival para o lugar mais alto, mas o alemão pouco ficou ali, descendo em seguida para a sua posição, de segundo colocado. A torcida canadense aplaudiu Vettel e vaiou Hamilton. Na entrevista, ainda no pódio, Vettel interrompeu uma resposta de Hamilton para dizer que a torcida não deveria ter vaiado o piloto inglês, por considerar que o rival nada teve a ver com a decisão dos comissários. E foi embora.
Realmente, Hamilton não tem nada a ver com a infelicidade de Vettel. E aí, algumas considerações decisivas:
- A punição a Vettel foi justa? Sim. Ele sabia que o Hamilton estava colado nele naquela altura da prova. Quando ele errou na chicane, não deveria ter voltado para o traçado da pista, pois poderia provocar um acidente com a Mercedes.
- Como o julgamento foi subjetivo (Vettel tinha lá suas razões, pois ao sair na grama, seu carro ficou instável e estava apontado para o traçado da pista e só poderia ter retornado por aquele ponto), os comissários poderiam ter aliviado e não ter punido o alemão para não estragar a competição? Não. Regras são regras. O Vettel poderia sim ter provocado um sério acidente, evitado pela rápida ação de Hamilton, que freou o carro para não bater.
- Vettel sai como o “vencedor moral” do GP do Canadá? Sim. A atuação de Vettel na etapa canadense, com uma brilhante pole position e uma grande atuação na corrida pode representar o início de uma nova fase para o tetracampeão. Mas não devemos esquecer que ele cometeu um erro na prova. E que lhe custou a vitória.
Faltam agora apenas 13 vitórias para Hamilton igualar as 91 de Michael Schumacher.

1) L. Hamilton - Mercedes - 1h29min07s084
2) S. Vettel - Ferrari - a 3s658 - punido em 5s
3) C. Leclerc - Ferrari - a 4s696

4) V. Bottas - Mercedes - a 51s043
5) M. Verstappen - Red Bull - a 57s655
6) D. Ricciardo - Renault - a uma volta
7) N. Hulkenberg - Renault - a uma volta
8) P. Gasly - Red Bull - a uma volta
9) L. Stroll - Racing Point - a uma volta
10) D. Kvyat - Toro Rosso - a uma volta

11) C. Sainz Jr - McLaren - a uma volta
12) S. Perez - Racing Point - a uma volta
13) A. Giovinazzi - Alfa Romeo - a uma volta
14) R. Grosjean - Haas - a uma volta
15) K. Raikkonen - Alfa Romeo - a uma volta
16) G. Russell - Williams - a duas voltas
17) K. Magnussen - Haas - a duas voltas
18) R. Kubica - Williams - a três voltas

19) A. Albon - Toro Rosso - não completou
20) L. Norris - McLaren - não completou

Piloto do Dias - S. Vettel - Ferrari
Melhor volta - V. Bottas - Mercedes - 1min13s078

Mundial de Pilotos 2019:
1) L. Hamilton - Mercedes - 162 pontos
2) V. Bottas - Mercedes - 133 pontos
3) S. Vettel - Ferrari - 100 pontos
4) M. Verstappen - Red Bull - 88 pontos
5) C. Leclerc - Ferrari - 72 pontos
6) P. Gasly - Red Bull - 36 pontos
7) C. Sainz Jr - McLaren - 18 pontos
8) D. Ricciardo - Renault - 16 pontos
9) K. Magnussen - Haas - 14 pontos
10) S. Perez - Racing Point - 13 pontos
11) K. Raikkonen - Alfa Romeo - 13 pontos
12) L. Norris - McLaren - 12 pontos
13) N. Hulkenberg - Renault - 12 pontos
14) D. Kvyat - Toro Rosso - 10 pontos
15) A. Albon - Toro Rosso - 7 pontos
16) L. Stroll - Racing Point - 6 pontos
17) R. Grosjean - Haas - 2 pontos
18) A. Giovinazzi - Alfa Romeo - 0 ponto
19) G. Russell - Williams - 0 ponto
20) R. Kubica - Williams - 0 ponto

Mundial de Construtores 2019:
1) Mercedes - 295 pontos
2) Ferrari - 172 pontos
3) Red Bull - 124 pontos
4) McLaren - 30 pontos
5) Renault - 28 pontos
6) Racing Point - 19 pontos
7) Toro Rosso - 17 pontos
8) Haas - 16 pontos
9) Alfa Romeo - 13 pontos
10) Williams - 0 ponto



Vettel é pole no Canadá

Dias ao Volante
Publicado por em F-1 ·

Com uma volta impressionante bem no final da classificação, Sebastian Vettel tirou uma primeira posição quase certa de Lewis Hamilton e confirmou o favoritismo da Ferrari na pista de Montreal, neste sábado, no Canadá, sétima etapa do Mundial de Fórmula-1. Hamilton teve de se contentar com a segunda posição no grid, Charles Leclerc ficou em terceiro e Valtteri Bottas, em quarto, com o finlandês errando na saída do Grampo na sua primeira tentativa no Q3, chegando a rodar feio mas não batendo. Bottas foi a grande decepção neste sábado, pois ficou longe das primeiras posições na segunda tentativa. Tanto a Ferrari quanto a Mercedes conseguiram seus tempos no Q2 com os pneus médios (amarelos) e poderão largar com esses compostos (mais duráveis) na corrida deste domingo, prevista para as 15h10min (nosso horário), com transmissão ao vivo pelo SporTV.
Max Verstappen ficou fora da parte decisiva do treino oficial devido a uma batida de Kevin Magnussen, que raspou o Muro dos Campeões e se chocou de lado violentamente na mureta dos boxes. Felizmente, o piloto nada sofreu. Com isso, Verstappen, que vinha logo atrás, perdeu sua última tentativa de entrar no Q3.

1) S. Vettel - Ferrari - 1min10s240
2) L. Hamilton - Mercedes - 1min10s446
3) C. Leclerc - Ferrari - 1min10s920
4) D. Ricciardo - Renault - 1min11s071
5) P. Gasly - Red Bull - 1min11s079
6) V. Bottas - Mercedes - 1min11s101
7) N. Hulkenberg - Renault - 1min11s324
8) L. Norris - McLaren - 1min11s863
9) C. Sainz Jr - McLaren - 1min13s981
10) K. Magnussen - Haas - sem tempo

11) M. Verstappen - Red Bull
12) D. Kvyat - Toro Rosso
13) A. Giovinazzi - Alfa Romeo
14) A. Albon - Toro Rosso
15) R. Grosjean - Haas

16) S. Perez - Racing Point
17) K. Raikkonen - Alfa Romeo
18) L. Stroll - Racing Point
19) G. Russell - Williams
20) R. Kubica - Williams



Resultado do treino livre 3 do GP do Canadá

Dias ao Volante
Publicado por em F-1 ·

1) S. Vettel - Ferrari - 1min10s843
2) C. Leclerc - Ferrari - a 0s139
3) L. Hamilton - Mercedes - a 0s393
4) V. Bottas - Mercedes - a 0s688
5) M. Verstappen - Red Bull - a 0s999
6) P. Gasly - Red Bull - a 1s071
7) D. Ricciardo - Renault - a 1s202
8) L. Norris - McLaren - a 1s311
9) S. Perez - Racing Point - a 1s332
10) D. Kvyat - Toro Rosso - a 1s455
11) N. Hulkenberg - Renault - a 1s462
12) K. Magnussen - Haas - a 1s494
13) C. Sainz Jr - McLaren - a 1s556
14) A. Albon - Toro Rosso - a 1s580
15) A. Giovinazzi - Alfa Romeo - a 1s784
16) K. Raikkonen - Alfa Romeo - a 1s865
17) R. Grosjean - Haas - a 2s354
18) G. Russell - Williams - a 3s123
19) R. Kubica - Williams - a 3s583
20) L. Stroll - Racing Point - sem tempo



Leclerc em primeiro no Canadá

Dias ao Volante
Publicado por em F-1 ·

Charles Leclerc foi o mais rápido no primeiro dia de treinos livres para o GP do Canadá, sétima etapa do Mundial de Fórmula-1, nesta sexta-feira. A Ferrari comandou o treino da tarde depois de levar um banho da Mercedes na primeira sessão. Lewis Hamilton bateu no segundo treino na chicane que antecede o Grampo do circuito Gilles Villeneuve, danificando a suspensão traseira direita do carro e ficando de fora do resto da sessão. Como o pentacampeão tinha marcado seu tempo com pneus médios, o resultado do segundo treino ficou prejudicado, pois ele provavelmente seria o mais rápido com os pneus macios. Hamilton assumiu a culpa pela batida no muro externo da chicane, mesmo local em que Antonio Giovinazzi bateu no primeiro treino livre. A decepção do dia foi o rendimento dos carros da Red Bull, que ficaram em décimo segundo e em décimo terceiro, com Pierre Gasly e Max Verstappen, respectivamente. E a surpresa foi a quarta posição de Carlos Sainz Jr., da McLaren, pouco mais de três décimos de segundo atrás de Leclerc.

1.   Leclerc, Ferrari, 1:12:177
2.   Vettel, Ferrari, a 0:074
3.   Bottas, Mercedes, a 0:134
4.   Sainz Jr., McLaren, a 0:376
5.   Magnussen, Haas, a 0:758
6.   Hamilton, Mercedes, a 0:761
7.   Perez, Racing Point, a 0:826
8.   Ricciardo, Renault, a 0:839
9.   Hulkenberg, Renault, a 0:991
10. Stroll, Racing Point, a 0:994
11. Norris, McLaren, a 1:072
12. Gasly, Red Bull, a 1:168
13. Verstappen, Red Bull, a 1:211
14. Albon, Toro Rosso, a 1:259
15. Jvyat, Toro Rosso, a 1:344
16. Raikkonen, Alfa Romeo, a 1:365
17. Grosjean, Haas, a 1:421
18. Giovinazzi, Alfa Romeo, a 2:693
19. Russell, Williams, a 2:859
20. Kubica, Williams, a 3:110



Wolff: “Ferrari em vantagem”

Dias ao Volante
Publicado por em F-1 ·

Vencedora das seis etapas da temporada, a Mercedes se vê em desvantagem para a prova do próximo domingo pelas características do circuito Gilles Villeneuve, no Canadá. Pelo menos, essa é a opinião de Toto Wolff, Team Principal da equipe alemã. Para o dirigente pentacampeão da Fórmula-1, o traçado de Montreal pode beneficiar o carro da Ferrari. Neste ano, o W10, da Mercedes, tem como maior destaque sua capacidade de contornar curvas de alta com extrema rapidez, nas palavras de Pierre Gasly, da Red Bull, “é assustador como eles fazem essas curvas”. Como a pista canadense é composta por longas retas e curvas de baixa, Wolff prevê que sua equipe deva levar uma certa desvantagem na sétima etapa do Mundial.
Por outro lado, Sebastian Vettel descartou uma improvável aposentadoria no final desta temporada. O tetracampeão disse a uma publicação alemã que não pensa em parar e ainda se diverte muito na F-1:
- Ainda tenho muito a fazer pela Ferrari. Tenho certeza de que voltarei ao topo com ela, e a corrida de domingo pode ser o início disso.



Vencedores e perdedores de Mônaco

Dias ao Volante
Publicado por em F-1 ·

O site oficial da Fórmula-1 elegeu os vencedores e os perdedores da corrida de domingo. Veja se concorda com eles. Eu assino embaixo, especialmente com os vitoriosos Lewis Hamilton e Sebastian Vettel e os perdedores Valtteri Bottas, Max Verstappen (um barbeiro na batida em Bottas nos boxes) e Lance Stroll, um cara que eu não sei o que ainda faz na F-1. Ah, é pelo dinheiro do pai, claro!

Vencedores:
Lewis Hamilton
Carlos Sainz Jr.
Toro Rosso
Sebastian Vettel
George Russell

Perdedores:
Charles Leclerc
Alfa Romeo
Lance Stroll
Valtteri Bottas
Max Verstappen



Hamilton vence a batalha de Mônaco

Dias ao Volante
Publicado por em F-1 ·

Lewis Hamilton conseguiu uma façanha neste domingo em Mônaco, ficando por mais de 55 voltas com um jogo de pneus menos resistentes do que os de Max Verstappen, Sebastian Vettel e Valtteri Bottas, e conquistou sua quarta vitória na temporada, abrindo 17 pontos sobre seu companheiro de Mercedes. Agora, faltam 14 vitórias para o inglês chegar às 91 conquistas de Michael Schumacher.
Só mesmo Hamilton poderia alcançar a façanha de conduzir um carro nas condições deste domingo. Hamilton, sim, é um gênio! Verstappen acabou sendo um dos protagonistas em Monte Carlo, tudo por consequência de uma batida no pit stop em Bottas dentro do box. Graças a isso, o holandês recebeu uma punição de 5 segundos em seu tempo final de prova. Com a entrada do safety car – devido a um incidente envolvendo Charles Leclerc, que foi prejudicado no sábado por erros da Ferrari e tratava de se recuperar na corrida -, todos foram para os boxes. Na batida, um dos pneus de Bottas estourou e o finlandês teve de retornar para um novo pit stop, perdendo a segunda e a terceira posições.
Hamilton teve de usar todo seu talento para resistir por quase toda a prova aos ataques de Verstappen, que não tinha outra saída naquele momento. Para vencer, o piloto da Red Bull teria de ultrapassar Hamilton e ainda abrir uma vantagem de mais de 5 segundos, por conta da punição de seu toque em Bottas. Todos no Principado e na TV sabiam que Verstappen, sendo Verstappen, tentaria passar o pentacampeão. E a coisa veio na antepenúltima volta na Saída do Túnel, com o holandês tentando uma manobra impossível. Verstappen acabou batendo na roda traseira esquerda de Hamilton, que não conseguiu contornar a Chicane do Porto, seguindo reto. Aí, ficou uma dúvida se haveria outra punição contra Verstappen ou mesmo contra Hamilton.
Mas a direção de prova confirmou o resultado final, com Verstappen caindo para o quarto lugar. Hamilton vibrou intensamente, inclusive se atirando na famosa piscina de Monte Carlo depois da premiação na varanda do Príncipe Albert. A próxima etapa será daqui a 15 dias, no Canadá. Nesta temporada, não tem GPs separados por apenas uma semana.

Resultado final do GP de Mônaco:
1) L. Hamilton - Mercedes - 1h43min28s437
2) S. Vettel - Ferrari - a 2s602
3) V. Bottas - Mercedes - a 3s162

4) M. Verstappen - Red Bull - a 5s537
5) P. Gasly - Red Bull - a 9s946
6) C. Sainz Jr - McLaren - a 53s454
7) D. Kvyat - Toro Rosso - a 54s574
8) A. Albon - Toro Rosso - a 55s200
9) D. Ricciardo - Renault - a 1min00s894
10) R. Grosjean - Haas - a 1min01s034

11) L. Norris - McLaren - a 1min06s801
12) K. Magnussen - Haas - a uma volta
13) S. Perez - Racing Point - a uma volta
14) N. Hulkenberg - Renault - a uma volta
15) G. Russell - Williams - a uma volta
16) L. Stroll - Williams - a uma volta
17) K. Raikkonen - Alfa Romeo - uma volta
18) R. Kubica - Williams - a uma volta
19) A. Giovinazzi - Alfa Romeo - a duas voltas

20) C. Leclerc - Ferrari - não completou

Volta mais rápida - P. Gasly - Red Bull - 1min14s279
Piloto do dia - M. Verstappen - Red Bull

Mundial de Pilotos 2019:
1) L. Hamilton - Mercedes - 137 pontos
2) V. Bottas - Mercedes - 120 pontos
3) S. Vettel - Ferrari - 82 pontos
4) M. Verstappen - Red Bull - 78 pontos
5) C. Leclerc - Ferrari - 57 pontos
6) P. Gasly - Red Bull - 32 pontos
7) C. Sainz Jr - McLaren - 18 pontos
8) K. Magnussen - Haas - 14 pontos
9) S. Perez - Racing Point - 13 pontos
10) K. Raikkonen - Alfa Romeo - 13 pontos
11) L. Norris - McLaren - 12 pontos
12) D. Kvyat - Toro Rosso - 9 pontos
13) D. Ricciardo - Renault - 8 pontos
14) A. Albon - Toro Rosso - 7 pontos
15) N. Hulkenberg - Renault - 6 pontos
16) L. Stroll - Racing Point - 4 pontos
17) R. Grosjean - Haas - 2 pontos
18) A. Giovinazzi - Alfa Romeo - 0 ponto
19) G. Russell - Williams - 0 ponto
20) R. Kubica - Williams - 0 ponto

Mundial de Construtores 2019:
1) Mercedes - 257 pontos
2) Ferrari - 139 pontos
3) Red Bull - 110 pontos
4) McLaren - 30 pontos
5) Racing Point - 17 pontos
6) Haas - 16 pontos
7) Toro Rosso - 16 pontos
8) Renault - 14 pontos
9) Alfa Romeo - 13 pontos
10) Williams - 0 ponto



Hamilton é pole em Mônaco

Dias ao Volante
Publicado por em F-1 ·


Lewis Hamilton conquistou a pole position do GP de Mônaco, sexta etapa do Mundial de Fórmula-1, neste sábado, de forma espetacular. No momento decisivo, Hamilton conseguiu fazer a volta mais rápida apesar de um erro na Rascasse, a última curva lenta do traçado de rua de Monte Carlo. A Ferrari aprontou de novo na estratégia – ou falta dela – errando no Q1 com Charles Leclerc, deixando seu piloto fora da luta pela pole position. Sebastian Vettel, com o capacete vermelho de Niki Lauda, quase que ficou de fora do Q2 e do Q1, mas com o alemão foi diferente. Vettel raspou o lado de fora dos pneus nos S da Piscina e ficaria fora no Q1, No entanto, o tetracampeão ainda voltou à pista e conseguiu o primeiro tempo no Q1. No Q3, Vettel raspou o guard-rail na sua última tentativa.
Todas as equipes estão homenageando o grande Lauda, morto nesta semana aos 70 anos. A Mercedes inclusive pintou o Hallo de vermelho, com uma mensagem para o austríaco.

1) L. Hamilton - Mercedes - 1min10s166
2) V. Bottas - Mercedes - 1min10s252
3) M. Verstappen - Red Bull - 1min10s641
4) S. Vettel - Ferrari - 1min10s947
5) P. Gasly - Red Bull - 1min11s041
6) K. Magnussen - Haas - 1min11s109
7) D. Ricciardo - Renault - 1min11s218
8) D. Kvyat - Toro Rosso - 1min11s271
9) C. Sainz Jr - McLaren - 1min11s417
10) A. Albon - Toro Rosso - 1min11s653

11) N. Hulkenberg - Renault
12) L. Norris - McLaren
13) R. Grosjean - Haas
14) K. Raikkonen - Alfa Romeo
15) A. Giovinazzi - Alfa Romeo

16) C. Leclerc - Ferrari
17) S. Perez - Racing Point
18) L. Stroll - Racing Point
19) G. Russell - Williams
20) R. Kubica - Williams



Leclerc na frente do treino livre 3 do GP de Mônaco

Dias ao Volante
Publicado por em F-1 ·

1) C. Leclerc - Ferrari - 1min11s265
2) V. Bottas - Mercedes - a 0s053
3) L. Hamilton - Mercedes - a 0s213
4) M. Verstappen - Red Bull - a 0s274
5) P. Gasly - Red Bull - a 0s473
6) A. Giovinazzi - Alfa Romeo - a 0s905
7) D. Kvyat - Toro Rosso - a 0s929
8) K. Magnussen - Haas - a 1s005
9) K. Raikkonen - Alfa Romeo - a 1s043
10) A. Albon - Toro Rosso - a 1s073
11) N. Hulkenberg - Renault - a 1s224
12) D. Ricciardo - Renault - a 1s254
13) R. Grosjean - Haas - a 1s301
14) S. Vettel - Ferrari - a 1s318
15) C. Sainz Jr - McLaren - a 1s597
16) L. Norris - McLaren - a 1s649
17) S. Perez - Racing Point - a 1s967
18) L. Stroll - Racing Point - a 2s357
19) R. Kubica - Williams - a 2s821
20) G. Russell - Williams - a 3s040



Hamilton arrasa em Mônaco

Dias ao Volante
Publicado por em F-1 ·

Pelo menos no primeiro dia de treinos livres em Monte Carlo, nesta quinta-feira, porque tudo é diferente no Principado, a Mercedes simplesmente destruiu a concorrência, com Lewis Hamilton colocando mais de 7 décimos de segundo na Ferrari de Sebastian Vettel. O piloto da casa, Charles Leclerc, foi apenas o décimo colocado do dia. O outro piloto da Mercedes, Valtteri Bottas, fez praticamente o mesmo tempo do companheiro. Tudo pode mudar no sábado, dia do terceiro treino livre e da classificação, mas se a Ferrari pode reagir, a Mercedes tende a ficar ainda mais forte.
Depois de cinco etapas, Hamilton lidera o Mundial de Fórmula-1 com sete pontos de vantagem sobre Bottas, com três vitórias e uma volta mais rápida ante duas de Bottas e uma volta mais rápida do finlandês. A diferença dos dois é, portanto, a pontuação do primeiro para o segundo colocado em corrida.
O terceiro treino livre em Monte Carlo está previsto para as 7h (nosso horário) de sábado, enquanto a classificação se inicia às 10h. A corrida, no domingo terá largada às 10h10min, com transmissão ao vivo pela Globo.

Segundo treino livre de quinta:
1.   Hamilton, Mercedes, 1:11:118
2.   Bottas, Mercedes, a 0:081
3.   Vettel, Ferrari, a 0:763
4.   Gasly, Red Bull, a 0:820
5.   Albon, Toro Rosso, a 0:913
6.   Verstappen, Red Bull, a 0:934
7.   Magnussen, Haas, a 1:056
8.   Giovinazzi, Alfa Romeo, a 1:121
9.   Raikkonen, Alfa Romeo, a 1:224
10. Leclerc, Ferrari, a 1:232
11. Grosjean, Haas, a 1:274
12. Norris, McLaren, a 1:275
13. Sainz Jr., McLaren, a 1:301
14. Kvyat, Toro Rosso, a 1:459
15. Perez, Racing Point, a 1:634
16. Hulkenberg, Renault, a 1:754
17. Ricciardo, Renault, a 1:770
18. Stroll, Racing Point, a 3:440
19. Russell, Williams, a 3:934
20. Kubica, Williams, a 4:028



Voltar para o conteúdo | Voltar para o Menu principal