Hamilton vence a milésima - Blog da Fórmula-1 de Daniel Dias - Dias ao Volante

Ir para o conteúdo

Menu principal:

Hamilton vence a milésima

Dias ao Volante
Publicado por em F-1 ·

Nada mais justo que a vitória do milésimo GP da Fórmula-1 ficasse com Lewis Hamilton, afinal, o pentacampeão parte em rumo acelerado para igualar e superar as 91 conquistas de Michael Schumacher. Só faltam 16, agora. Para a vitória neste fim de semana, Hamilton tratou de resolver tudo na largada, deixando na poeira o companheiro e pole position Valtteri Bottas. Sem achar o acerto ideal para a pista de Xangai nos treino livres da terceira etapa do Mundial, Hamilton preparou a máquina para a corrida. Assim, o piloto inglês deitou e rolou, não dando a menor chance para Bottas e as Ferrari.
Aliás, Sebastian Vettel também colocou a casa em ordem na Ferrari, deixando o companheiro Charles Leclerc para trás. E pegou muito mal para o jovem monegasco pedir à equipe que o alemão cedesse a posição para ele no início da prova, alegando que estava mais rápido naquele momento. Depois da brilhante corrida na etapa anterior, no Bahrein, a qual só não venceu porque teve quebra de um cilindro do motor da Ferrari de número 16, Leclerc resolveu botar as garras de fora. Não é assim, guri! Apesar de a Ferrari ter fugido as suas tradições e ter liberado que os pilotos brigassem por posição a partir da corrida anterior, Vettel ainda é sua estrela principal, com um currículo de botar o monegasco no chinelo. Com um talento fora do comum, Leclerc terá de comer muito feijão para ficar ombro a ombro com Vettel.
Em matéria de emoção, o GP da China foi na contramão das duas primeiras corridas da temporada. Hamilton decidiu tudo na largada, Bottas se contentou com a segunda posição, Vettel acabou com a disputa interna com Leclerc logo na primeira parte da prova e Max Verstappen assumiu a quarta posição superando o monegasco na tática de paradas. Está claro também que a Mercedes está uns degraus a cima da Ferrari. Esse quadro não deve mudar antes da próxima etapa, dia 28, no Azerbaijão e seu monótono traçado de rua. A Ferrari tentará reverter a situação na abertura da fase europeia, daqui a um mês, na Espanha, no circuito de Montmeló, palco dos treinos da pré-temporada quando a equipe italiana reinou absoluta.



2 comentários
Média dos votos: 125.0/5
Daniel Dias
2019-04-18 22:06:55
Campeão, vc fez um resumo perfeito desta "pista" de Baku. Pra mim, um absurdo, sem esquecer o trecho do Castelinho, que mais parece as ruelas das antigas cidades italianas.
Francisco Cavalin
2019-04-18 03:21:16
A corrida de Baku é a verdadeira corrida maluca. Com a maior reta da F1, os freios estreiam na curva 1, onde muitos pilotos erram a freada. O miolo do circuito parece um labirinto para os pilotos centro dos carros, qualquer descuido é carro na área de escape fazendo o retorno. A única certeza que tenho é que teremos safety car. O vencedor provavelmente será um azarão como nas duas edições anteriores.

Voltar para o conteúdo | Voltar para o Menu principal