11/2017 - Blog da Fórmula-1 de Daniel Dias - Dias ao Volante

Ir para o conteúdo

Menu principal:

F-1 termina ano definitivamente

Dias ao Volante
Publicado por em F-1 ·

Sebastian Vettel terminou os dois dias de testes extras no circuito Yas Marina, em Abu Dhabi, com o melhor tempo, embora as marcas não tenham sido o principal objetivo destas sessões. Robert Kubica, substituto de Felipe Massa na Williams, voltou a treinar, na sua fase de recuperação para retornar à F-1 depois de sete anos, após seu acidente no rali em 2011.
Foi a última vez que os carros foram à pista antes das longas férias da categoria. Só teremos bólidos novamente em ação agora no final de fevereiro, na pré-temporada. Para Lewis Hamilton, "os carros do próximo ano serão os mais feios da história". Além disto, serão 35 quilos mais pesados, o que aumentará a zona de frenagem, e adotarão o horroroso Hallo de proteção da cabeça do piloto. Em compensação, não terão mais a terrível barbatana nem o apêndice aerodinâmico sobre essa peça, em forma de T. No campo esportivo, será abolida a asa aberta, o DRS. Isto é bom.

1.   Vettel, Ferrari, 1:37.551 - 118 voltas
2.   Bottas, Mercedes,1:38.490 - 141
3.   Vertappen, Red Bull, 1:38.736 - 132
4.   Perez, Force India, 1:38.818 - 52
5.   Ocon, Force India, 1:39.148 - 77
6.   Sainz Jr., Renault, 1:39.444 - 109
7.   Kubica, Williams, 1:39.465 - 28
8.   Vandoorne, McLaren Honda, 1:39.782 - 105
9.   Magnussen, Haas, 1:39.810 - 124
10. Sergey Sirotkin (RUS), Williams, 1:39.947 - 86
11. Charles Lecler (MON), Sauber, 1:40.666 - 148
12. Lando Norris (ING), McLaren Honda, 1:41.714 - 118
13. Hartley, Toro Rosso, 1:43.345 - 61
14. Gasly, Toro Rosso, 1:44.827 - 63



Kubica estreia na Williams

Dias ao Volante
Publicado por em F-1 ·


Kimi Raikkonen foi o mais rápido na primeira sessão extra de treinos no circuito de Yas Marina, dois dias depois do GP de Abu Dhabi, disputado no mesmo circuito. Os tempos são o que menos interessa neste tipo de treino. As equipes utilizam estas sessões para buscar as últimas informações de pista para a construção dos carros da próxima temporada.
O destaque do treino desta terça-feira foi a estreia de Robert Kubica na Williams. O polonês, que está retornando à F-1 depois de sete anos, após seu acidente no rali, em 2011, substitui Felipe Massa na equipe inglesa. Kubica completou cem voltas e nada sentiu na sua mão direita, quase decepada no acidente do rali.

1.   Raikkonen, Ferrari, 1:37.768
2.   Ricciardo, Red Bull, 1:38.066
3.   Hamilton, Mercedes, 1:38.551
4.   Grosjean, Haas, 1:39.270
5.   Stroll, Williams, 1:39.580
6.   Alonso, McLaren Honda, 1:39.762
7.   Hulkenberg, Renault, 1:39.803
8.   Nikita Mazepin (RUS), Force India, 1:39.959
9.   Kubica, Williams, 1:41.296
10. Sean Gelaeli (IND), Toro Rosso, 1:41.428
11. Ericsson, Sauber, 1:41.681
12. Oliver Turvey (ING), McLaren Honda, 1:41.914



Gabriel é bi do Bolão!

Dias ao Volante
Publicado por em F-1 ·

E o Gabriel levantou o bicampeonato do nosso Bolão. Parabéns, campeão! O Maurício foi brilhante durante toda a temporada, mas cedeu terreno justamente nas duas últimas etapas. Faz parte, mas você também foi vencedor, demonstrando sempre grande conhecimento sobre o assunto, o que não me surpreende em nada. Parabéns também ao Francisco, campeão de 2014 e ganhador da última etapa, ao lado do Valtteri Bottas.
Valeu a brincadeira, pessoal! Estaremos juntos novamente na nova temporada, com a esperança de outra dura batalha na F-1, com o Lewis Hamilton e o Sebastian Vettel tentando chegar ao penta e com mais gente chegando para brigar pelo título. Lá e aqui.

Parâmetros utilizados em Abu Dhabi:
Pole: BOTTAS
Segundo do grid: HAMILTON
Vencedor: BOTTAS
Equipe com mais pontos na etapa: MERCEDES
Quantos primeiros pilotos chegam à frente do companheiro na etapa (são os primeiros pilotos: Hamilton - Mercedes, Vettel - Ferrari, Ricciardo - Red Bull, Massa - Williams, Hulkenberg - Renault, Alonso - McLaren, Perez - Force Índia, Sainz Jr. - Toro Rosso, Grosjean - Haas e Ericsson - Sauber: 6
Segundo colocado da prova: HAMILTON
Terceiro colocado da prova: VETTEL
Quarto colocado da prova: RAIKKONEN
Quinto colocado da prova: VERSTAPPEN
Décimo colocado na prova: MASSA
Piloto com mais voltas na liderança: BOTTAS
Volta mais rápida da prova: BOTTAS
Último colocado da prova (segundo a cronometragem oficial da FIA): RICCIARDO
Quantas vezes o safety car entrará na pista na corrida: 0

Abu Dhabi:
1) Francisco Cavalin - 65 pontos
2) Mário Gayer do Amaral (Professor) - 40 pontos
3) Luis Mauro Gonçalves Rosa - 35 pontos
3) Gabriel Dias - 35 pontos
5) Marcelo Farias Pereira - 27 pontos
5) Marcelo Antonio Vieira - 27 pontos
7) Luiz Carlos Herrera - 20 pontos
7) Daniel Cardoso - 20 pontos
7) Pedro Henrique - 20 pontos
10) Natanael Felipe Rhoden - 15 pontos
11) Maurício Dias - 10 pontos
11) Mauro - 10 pontos
13) Guilherme Vieira - 5 pontos
13) Daniel Dias - 5 pontos
15) André Borges - 0 ponto
15) Eduardo Parise - 0 ponto
15) Romário Braga - 0 ponto
15) Eduardo Saraiva - 0 ponto
15) Ernani Leonel Dias Müzell - 0 ponto

Final:
1) Gabriel Dias - 884 pontos - campeão
2) Maurício Dias - 853 pontos
3) Daniel Dias - 814 pontos
3) Francisco Cavalin - 814 pontos
5) Pedro Henrique - 788 pontos
6) Daniel Cardoso - 722 pontos
7) Luiz Carlos Herrera - 689 pontos
8) Mário Gayer do Amaral (Professor) - 687 pontos
9) Natanael Felipe Rhoden - 675 pontos
10) Mauro - 643 pontos
11) Eduardo Parise - 631 pontos
12) Luis Mauro Gonçalves Rosa - 605 pontos
13) Eduardo Saraiva - 576 pontos
14) Guilherme Vieira - 574 pontos
15) André Borges - 551 pontos
16) Marcelo Farias Pereira - 458 pontos
17) Marcelo Antonio Vieira - 339 pontos
18) Romário Braga - 186 pontos
19) Ernani Leonel Dias Müzell - 45 pontos



Novo logotipo. Arghhh!

Dias ao Volante
Publicado por em F-1 ·

Tenho elogiado a nova direção da Fórmula-1 desde que ela assumiu a categoria, no final do ano passado, tirando o titio Bernie Ecclestone do poder. Tudo que a norte-americana Liberty fez desde então foi bom, especialmente por não ter mexido em tudo que estava certo na categoria. E que não era pouca coisa.
Mas, e sempre tem o mas, os novos donos fizeram besteira agora. Pisaram na bola feio, alterando a logo marca da F-1. O logotipo existente há 23 anos era visualmente um dos mais geniais do mundo, pelo estilo e pela leitura direta espetaculares, o primeiro aí de cima, com o 1 saindo do F e simulando velocidade na saída. Genial!
O novo, revelado logo após o GP de Abu Dhabi neste domingo, o segundo aí de cima, não é feio, mas não se compara ao antigo.
Tiro no pé, Liberty!



Bottas ganha em Abu Dhabi

Dias ao Volante
Publicado por em F-1 ·


Em uma das corridas mais chatas do ano, Valtteri Bottas partiu da pole e venceu a última etapa do Mundial de Fórmula-1, neste domingo, em Abu Dhabi. Lewis Hamilton bem que tentou se aproximar do companheiro de Mercedes durante toda a corrida mas não conseguiu. Foi uma briga solitária da equipe alemã lá na frente. A Ferrari levou uma surra da rival no circuito de Yas Marina. Sebastian Vettel, que garantiu o vice, completou o pódio bem longe das Flechas de Prata. Largando em quarto, Daniel Ricciardo teve problemas hidráulicos na sua Red Bull e abandonou a prova.
Max Verstappen fez sua corrida contra Kimi Raikkonen. No entanto, apenas assistiu à Ferrari fazer toda a prova na sua frente. Na corrida de despedida da F-1, antes de adotar os chinelos da aposentadoria em Monte Carlo, Felipe Massa largou de décimo e terminou na mesma posição, após ter um bom duelo com Fernando Alonso no começo da corrida. De qualquer forma, seja feliz, Felipe!
Em um final tão melancólico de uma das temporadas mais disputadas dos últimos tempos, entre o campeão Hamilton e Vettel até os erros da Ferrari na segunda parte do campeonato, restou a justa saída para o narrador da transmissão brasileira falar do belíssimo circuito dos Emirados Árabes, especialmente da troca de cores da cobertura do hotel que fica dentro do circuito.
E na sua permanente puxação de saco com o compadre Massa, o narrador disse depois da corrida que Bottas e Hamilton "fizeram uma graça" dando "zerinhos" fora da pista, enquanto Massa "faz bonito", falando da mesma manobra feita pelo brasileiro após a bandeirada. Isenção, zero!
E foi só! A gente agora fica esperando por uma temporada ainda melhor em 2018, com Hamilton e Vettel em busca do quinto título para igualar Juan Manuel Fangio. Mas a torcida maior é que venha mais gente para lutar pelo campeonato, como por exemplo a dupla da Red Bull e de Alonso com a nova McLaren com motor Renault.

1) V. Bottas – Mercedes – 1h34min14s062
2) L. Hamilton – Mercedes – a 3s899
3) S. Vettel – Ferrari – a 19s330

4) K. Raikkonen – Ferrari – a 45s386
5) M. Verstappen – Red Bull – a 46s269
6) N. Hulkenberg – Renault – a 1min25s713
7) S. Perez – Force India – a 1min32s062
8) E. Ocon – Force India – a 1min38s911
9) F. Alonso – McLaren – a uma volta
10) F. Massa – Williams – a uma volta

11) R. Grosjean – Haas – a uma volta
12) S. Vandoorne – McLaren – a uma volta
13) K. Magnussen – Haas – a uma volta
14) P. Wehrlein – Sauber – a uma volta
15) B. Hartley – Toro Rosso – a uma volta
16) P. Gasly – Toro Rosso – a uma volta
17) M. Ericsson – Sauber – a uma volta
18) L. Stroll – Williams – a uma volta

19) C. Sainz Jr – Renault – não completou
20) D. Ricciardo – Red Bull – não completou

Melhor volta – V. Bottas – Mercedes – 1min40s650



Bottas é pole em Abu Dhabi

Dias ao Volante
Publicado por em F-1 ·

Pela segunda vez seguida no ano, Valtteri Bottas sai na primeira posição - o finlandês também foi pole em Interlagos, há duas semanas. As Mercedes arrasaram nos dois dias de treinos no circuito de Yas Marina, em Abu Dhabi, última etapa da temporada de 2017, já vencida pelo tetracampeão Lewis Hamilton, o segundo colocado neste sábado. No Q3, os melhores tempos foram registrados na primeira tentativa dos pilotos da frente, com exceção de Sebastian Vettel, terceiro colocado, que conseguiu baixar um pouco a diferença para as Mercedes no finalzinho, ficando a pouco mais de meio segundo atrás de Bottas, o que não é muito para uma pista longa como a de Abu Dhabi. Com ritmo mais consistente na corrida, a Ferrari pode compensar no domingo.
Outra exceção foi Daniel Ricciardo. O australiano da Red Bull conseguiu tirar Kimi Raikkonen da segunda fila também no apagar das luzes da classificação. Por curiosidade, Max Verstappen foi o único piloto na casa de 1min37s, um fato pouco comum em um treino oficial nas primeiras posições. Na sua corrida de despedida da Fórmula-1, Felipe Massa largará em décimo.
O GP de Abu Dhabi começa às 11h deste domingo, e será mostrado ao vivo para o Brasil pela Globo.

1. Bottas, Mercedes, 1:36:231
2. Hamilton, Mercedes, 1:36:403
3. Vettel, Ferrari, 1:36:777
4. Ricciardo, Red Bull, 1:36:959
5. Raikkonen, Ferrari, 1:36:985
6. Verstappen, Red Bull, 1:37:328
7. Hulkenberg, Renault, 1:38:282
8. Perez, Force India, 1:38:374
9. Ocon, Force India, 1:38:397
10. Massa, Williams, 1:38:550
11. Alonso, McLaren
12. Sainz Jr., Renault
13. Vandoorne, McLaren
14. Magnussen, Haas
15. Stroll, Williams
16.Grosjean, Haas
17. Gasly, Toro Rosso
18. Wehrlein, Sauber
19. Ericsson, Sauber
20. Hartley, Toro Rosso



Resultado do terceiro treino livre para o GP de Abu Dhabi

Dias ao Volante
Publicado por em F-1 ·

1) L. Hamilton – Mercedes – 1min37s627
2) V. Bottas – Mercedes – 1min37s900
3) K. Raikkonen – Ferrari – 1min38s157
4) S. Vettel – Ferrari – 1min38s174
5) D. Ricciardo – Red Bull – 1min38s340
6) M. Verstappen – Red Bull – 1min38s587
7) F. Alonso – McLaren – 1min39s155
8) S. Vandoorne – McLaren – 1min39s277
9) C. Sainz Jr – Renault – 1min39s340
10) S. Perez – Force India – 1min39s367
11) F. Massa – Williams – 1min39s383
12) N. Hulkenberg – Renault – 1min39s396
13) E. Ocon – Force India – 1min39s500
14) K. Magnussen – Haas – 1min39s831
15) R. Grosjean – Haas – 1min40s079
16) P. Wehrlein – Sauber – 1min40s307
17) L. Stroll – Williams – 1min40s572
18) P. Gasly – Toro Rosso – 1min40s737
19) M. Ericsson – Sauber – 1min40s789
20) B. Hartley – Toro Rosso – 1min40s883



A sexta é do campeão!

Dias ao Volante
Publicado por em F-1 ·

Com o tetracampeonato garantido há duas provas atrás, Lewis Hamilton comandou o primeiro dia de treinos livres para a última etapa da temporada da Fórmula-1, nesta sexta-feira, no circuito Yas Marina, em Abu Dhabi. Sebastian Vettel, quase garantido no vice-campeonato (precisa chegar apenas em oitavo se Valtteri Bottas vencer no domingo) foi o segundo, à frente de Daniel Ricciardo, Kimi Raikkonen, Bottas e Max Verstappen. Na sua última corrida na F-1, Felipe Massa terminou o dia em 11°. O veterano brasileiro correrá em Abu Dhabi com uma frase de agradecimento no capacete para todas as pessoas do circo e seus amigos.
Naturalmente, a F-1 vive um clima de fim de festa no circuito de Yas Marina. Vettel, por exemplo, disse que sua cabeça já está na próxima temporada, na qual espera por outro duelo contra Hamilton, com os dois buscando o penta. Nesta sexta, enquanto Hamilton se preocupou em ser rápido, a Ferrari e a Red Bull fizeram longos períodos na pista, preparando o carro para domingo.

Segunda sessão de sexta:
1. Hamilton, Mercedes, 1:37:877
2. Vettel, Ferrari, 1:38:026
3. Ricciardo, Red Bull, 1:38:180
4. Raikkonen, Ferrari, 1:38:352
5. Bottas, Mercedes, 1:38:537
6. Verstappen, Red Bull, 1:38:894
7. Perez, Force Índia, 1:39:323
8. Ocon, Force Índia, 1:39:333
9. Hulkenberg, Renault, 1:39:529
10. Alonso, McLaren, 1:39:559
11. Massa, Williams, 1:39:635
12. Vandoorne, McLaren, 1:39:671
13. Sainz Jr., Renault, 1:40:201
14. Stroll, Williams, 1:40:329
15. Gasly, Toro Rosso, 1:40:694
16. Magnussen, Haas, 1:41:128
17. Wehrlein, Sauber, 1:41:270
18. Ericsson, Sauber, 1:41:302
19. Hartley, Toro Rosso, 1:41:496
20. Grosjean, Haas, 1:41:560



Descontração em Abu Dhabi

Dias ao Volante
Publicado por em F-1 ·



Nas longas entrevistas coletivas desta quinta-feira no circuito Yas Marina, em Abu Dhabi, a mais concorrida e extrovertida foi a que reuniu os dois tetracampeões Sebastian Vettel e Lewis Hamilton e Daniel Ricciardo. O clima esteve descontraído todo o tempo entre os dois rivais de temporada. Vettel lembrou que a Fórmula-1 deveria ter mais premiações, como "ultrapassagem do ano, pole position, melhor volta da corrida, troféu fair play, ... não, este não", disse o piloto da Ferrari, dando uma gargalhada e remetendo à troca de farpas entre os dois no GP do Azerbaijão.
Acompanhe os melhores momentos:
- Hamilton, você teve uma recepção muito especial na semana passada quando foi na fábrica da Mercedes e foi recepcionado pelos funcionários. O que fez desta temporada ser especial?
LH: Todos os componentes da equipe trabalharam duro neste ano. E nunca vacilaram. Este ano estávamos lutando com a Ferrari, entusiasmando e encorajando todos para subir a outro nível. Chegando lá, eles estavam em pé. Tive de entrar pelo portão, o que nunca aconteceu antes, todos estavam de pé ao lado da estrada de entrada.
- E para você, Sebastian?
SV: Acho que se pudermos dar um passo semelhante no próximo ano, então ... não, não me interpretem mal, é uma piada e os alemães não costumam brincar muito. O que fizemos neste ano foi incrível. A maneira como a equipe saiu com um carro competitivo já no início, da maneira como melhoramos o chassi e o motor, em todas as frentes, acho que foi excelente.
- Teremos um fato inédito no próximo ano, com dois pilotos brigando pelo seu quinto título. Vocês podem eleger um momento máximo do duelo de vocês neste ano?
SV: Deveríamos começar por Baku (interrompe, Vettel, rindo, lembrando a ronha dos dois no Azerbaijão). Mas não acho que devamos tocar nisso novamente... Acho que foi uma boa temporada. Para o próximo ano, se tivermos mais roda com toda, seria legal.
LH: Precisaríamos ter mais corridas tipo a de Barcelona deste ano.
SV: Acho que Spa foi uma corrida muito intensa. Eu estava tentando empurrá-lo durante toda a prova. Provavelmente, tive uma chance de ultrapassar, mas ele foi muito inteligente defendendo, subindo a colina pela Eau Rouge muito rápido, como eu. Acho que foi um ano divertido. É bom reconhecer que este ano Lewis provavelmente cometeu menos erros. No final, ele era o cara melhor colocado, e mereceu ganhar.
LH: Concordo com ele, Spa foi incrível. Por estar lutando contra um tetracampeão, a quem você respeita, você não espera nada além de ter de correr no limite. Espero que tenhamos mais provas assim no ano que vem.
- Ricciardo, o que vocês têm de fazer em 2018 para que não se repita a trajetória da Red Bull deste ano, com um início mais lento e com a segunda parte do campeonato brigando pela ponta?
DR: Tivemos ótimas corridas neste ano. Mas obviamente que eu adoraria que todas as 20 etapas tivessem sido boas para nós. Vamos ter um melhor desenvolvimento do carro para 2018. Mas não é só isto, ainda tenho algumas melhoras para fazer pessoalmente, e estou ansioso para extrair um pouco mais de mim no próximo ano. Por exemplo, estou aqui ao lado de dois caras que têm oito títulos somados. Eu quero ter nove... (Risos).



Kubica pedirá para desinfetar a Williams?

Dias ao Volante
Publicado por em F-1 ·

A Williams confirmou que Robert Kubica estará nos testes pós-GP de Abu Dhabi, no circuito Yas Marina, na próxima semana. Obviamente, o polonês já estará no lugar do aposentado Felipe Massa. Se fosse o tempo de Nelson Piquet, quando o tricampeão largou a Williams em 1987 e foi para a Lotus que tinha Ayrton Senna naquele ano, antes do primeiro teste na nova equipe, o polonês diria:
- Não tem problema, a gente desinfeta todo o carro, passa um sal grosso, e "vamo" pra briga.
Kubica pilotará pela primeira vez o atual modelo da equipe inglesa, naturalmente, equipado com o volante adaptado, com todas as trocas de marchas feitas com a mão esquerda.



Voltar para o conteúdo | Voltar para o Menu principal