Blog da Fórmula-1 de Daniel Dias - Dias ao Volante

Ir para o conteúdo

Menu principal:

A sexta é do campeão!

Dias ao Volante
Publicado por em F-1 ·

Com o tetracampeonato garantido há duas provas atrás, Lewis Hamilton comandou o primeiro dia de treinos livres para a última etapa da temporada da Fórmula-1, nesta sexta-feira, no circuito Yas Marina, em Abu Dhabi. Sebastian Vettel, quase garantido no vice-campeonato (precisa chegar apenas em oitavo se Valtteri Bottas vencer no domingo) foi o segundo, à frente de Daniel Ricciardo, Kimi Raikkonen, Bottas e Max Verstappen. Na sua última corrida na F-1, Felipe Massa terminou o dia em 11°. O veterano brasileiro correrá em Abu Dhabi com uma frase de agradecimento no capacete para todas as pessoas do circo e seus amigos.
Naturalmente, a F-1 vive um clima de fim de festa no circuito de Yas Marina. Vettel, por exemplo, disse que sua cabeça já está na próxima temporada, na qual espera por outro duelo contra Hamilton, com os dois buscando o penta. Nesta sexta, enquanto Hamilton se preocupou em ser rápido, a Ferrari e a Red Bull fizeram longos períodos na pista, preparando o carro para domingo.

Segunda sessão de sexta:
1. Hamilton, Mercedes, 1:37:877
2. Vettel, Ferrari, 1:38:026
3. Ricciardo, Red Bull, 1:38:180
4. Raikkonen, Ferrari, 1:38:352
5. Bottas, Mercedes, 1:38:537
6. Verstappen, Red Bull, 1:38:894
7. Perez, Force Índia, 1:39:323
8. Ocon, Force Índia, 1:39:333
9. Hulkenberg, Renault, 1:39:529
10. Alonso, McLaren, 1:39:559
11. Massa, Williams, 1:39:635
12. Vandoorne, McLaren, 1:39:671
13. Sainz Jr., Renault, 1:40:201
14. Stroll, Williams, 1:40:329
15. Gasly, Toro Rosso, 1:40:694
16. Magnussen, Haas, 1:41:128
17. Wehrlein, Sauber, 1:41:270
18. Ericsson, Sauber, 1:41:302
19. Hartley, Toro Rosso, 1:41:496
20. Grosjean, Haas, 1:41:560



Descontração em Abu Dhabi

Dias ao Volante
Publicado por em F-1 ·



Nas longas entrevistas coletivas desta quinta-feira no circuito Yas Marina, em Abu Dhabi, a mais concorrida e extrovertida foi a que reuniu os dois tetracampeões Sebastian Vettel e Lewis Hamilton e Daniel Ricciardo. O clima esteve descontraído todo o tempo entre os dois rivais de temporada. Vettel lembrou que a Fórmula-1 deveria ter mais premiações, como "ultrapassagem do ano, pole position, melhor volta da corrida, troféu fair play, ... não, este não", disse o piloto da Ferrari, dando uma gargalhada e remetendo à troca de farpas entre os dois no GP do Azerbaijão.
Acompanhe os melhores momentos:
- Hamilton, você teve uma recepção muito especial na semana passada quando foi na fábrica da Mercedes e foi recepcionado pelos funcionários. O que fez desta temporada ser especial?
LH: Todos os componentes da equipe trabalharam duro neste ano. E nunca vacilaram. Este ano estávamos lutando com a Ferrari, entusiasmando e encorajando todos para subir a outro nível. Chegando lá, eles estavam em pé. Tive de entrar pelo portão, o que nunca aconteceu antes, todos estavam de pé ao lado da estrada de entrada.
- E para você, Sebastian?
SV: Acho que se pudermos dar um passo semelhante no próximo ano, então ... não, não me interpretem mal, é uma piada e os alemães não costumam brincar muito. O que fizemos neste ano foi incrível. A maneira como a equipe saiu com um carro competitivo já no início, da maneira como melhoramos o chassi e o motor, em todas as frentes, acho que foi excelente.
- Teremos um fato inédito no próximo ano, com dois pilotos brigando pelo seu quinto título. Vocês podem eleger um momento máximo do duelo de vocês neste ano?
SV: Deveríamos começar por Baku (interrompe, Vettel, rindo, lembrando a ronha dos dois no Azerbaijão). Mas não acho que devamos tocar nisso novamente... Acho que foi uma boa temporada. Para o próximo ano, se tivermos mais roda com toda, seria legal.
LH: Precisaríamos ter mais corridas tipo a de Barcelona deste ano.
SV: Acho que Spa foi uma corrida muito intensa. Eu estava tentando empurrá-lo durante toda a prova. Provavelmente, tive uma chance de ultrapassar, mas ele foi muito inteligente defendendo, subindo a colina pela Eau Rouge muito rápido, como eu. Acho que foi um ano divertido. É bom reconhecer que este ano Lewis provavelmente cometeu menos erros. No final, ele era o cara melhor colocado, e mereceu ganhar.
LH: Concordo com ele, Spa foi incrível. Por estar lutando contra um tetracampeão, a quem você respeita, você não espera nada além de ter de correr no limite. Espero que tenhamos mais provas assim no ano que vem.
- Ricciardo, o que vocês têm de fazer em 2018 para que não se repita a trajetória da Red Bull deste ano, com um início mais lento e com a segunda parte do campeonato brigando pela ponta?
DR: Tivemos ótimas corridas neste ano. Mas obviamente que eu adoraria que todas as 20 etapas tivessem sido boas para nós. Vamos ter um melhor desenvolvimento do carro para 2018. Mas não é só isto, ainda tenho algumas melhoras para fazer pessoalmente, e estou ansioso para extrair um pouco mais de mim no próximo ano. Por exemplo, estou aqui ao lado de dois caras que têm oito títulos somados. Eu quero ter nove... (Risos).



Kubica pedirá para desinfetar a Williams?

Dias ao Volante
Publicado por em F-1 ·

A Williams confirmou que Robert Kubica estará nos testes pós-GP de Abu Dhabi, no circuito Yas Marina, na próxima semana. Obviamente, o polonês já estará no lugar do aposentado Felipe Massa. Se fosse o tempo de Nelson Piquet, quando o tricampeão largou a Williams em 1987 e foi para a Lotus que tinha Ayrton Senna naquele ano, antes do primeiro teste na nova equipe, o polonês diria:
- Não tem problema, a gente desinfeta todo o carro, passa um sal grosso, e "vamo" pra briga.
Kubica pilotará pela primeira vez o atual modelo da equipe inglesa, naturalmente, equipado com o volante adaptado, com todas as trocas de marchas feitas com a mão esquerda.



Quem vence em Abu Dhabi?

Dias ao Volante
Publicado por em F-1 ·

Com quase tudo decidido na F-1, a atração na última etapa do ano é mesmo a ronha aqui no Bolão. Se liguem, treino oficial e corrida começam ao entardecer e terminam sob as luzes artificiais do maravilhoso circuito de Yas Marina.
As apostas devem ser colocadas nos comentários deste post (clicando em "Ler tudo" no fim do post) ou serem enviadas para o meu e-mail (danieldias10259@gmail.com) ou (diasaovolante@diasaovolante.com) até cinco minutos antes do início do treino de classificação no sábado. Boa sorte!

Regulamento e itens para Yas Marina:
Pole: sobrenome do piloto - 5 pontos
Segundo do grid: sobrenome do piloto - 2 pontos
Vencedor: sobrenome do piloto - 25 pontos
Equipe com mais pontos na etapa: nome da equipe - 5 pontos
Quantos primeiros pilotos chegam à frente do companheiro na etapa (são os primeiros pilotos: Hamilton - Mercedes, Vettel - Ferrari, Ricciardo - Red Bull, Massa - Williams, Hulkenberg - Renault, Alonso - McLaren, Perez - Force Índia, Gasly - Toro Rosso, Grosjean - Haas e Ericsson - Sauber: vale 5 pontos
Segundo colocado da prova: sobrenome do piloto - 20 pontos
Terceiro colocado da prova: sobrenome do piloto - 15 pontos
Quarto colocado da prova: sobrenome do piloto - 10 pontos
Quinto colocado da prova: sobrenome do piloto - 5 pontos
Décimo colocado na prova: sobrenome do piloto.
Piloto com mais voltas na liderança: sobrenome do piloto - 5 pontos
Volta mais rápida da prova: sobrenome do piloto - 5 pontos
Último colocado da prova (segundo a cronometragem oficial da FIA): sobrenome do piloto - 15 pontos
Quantas vezes o safety car (o real, não o virtual) entra na pista na corrida: vale 5 pontos.
Gabaritar os cinco primeiros na ordem certa de classificação da prova - 15 pontos
Acertar os cinco primeiros no final da prova sem a ordem exata - 5 pontos

Para acompanhar ao vivo todos os lances de Abu Dhabi:
Sexta-feira: 7h, primeiro treino livre, 11h, segundo treino livre, ambos pelo SporTV.
Sábado: 8h, terceiro treino livre, 11h, classificação, ambos pelo SporTV.
Domingo: 11h, pela Globo.



A vida secreta de Stroll

Dias ao Volante
Publicado por em F-1 ·

O canadense Lance Stroll, 19 anos recentemente comemorados, atual companheiro de Felipe Massa, dá continuidade à série de perfis A Vida Secreta da Fórmula-1. Estreante neste ano, o jovem piloto nascido em Montreal já tem um pódio, com o terceiro lugar ganho na prova de Baku. De tão novo, Stroll não pode fazer parte da vida comercial do principal patrocinador da Williams, a marca de bebidas Martini.

- Além de dirigir um carro de Fórmula-1, qual o seu "barato" favorito?
Lance Stroll: uma série de coisas: mountain bike, surfe e jogar golfe.

- Qual último filme te fez chorar?

LS: O Pianista, dirigido por Roman Polanski, sobre um tocador de piano tentando sobreviver ao gueto de Varsóvia.

- Do que você tem medo?

LS: o usual que eu assumiria: de cobras.

- Qual foi o último livro que você leu?
LS: Rafa, a autobiografia de Rafael Nadal. Ele é um cara legal!

- O que seus professores disseram sobre você no relatório da escola?

LS: que eu era bochechudo! (Risos)

- Você tem "vícios" ocultos?

LS: não. Não tenho nada a esconder!

- Você coleciona alguma coisa?

LS: troféus de campeões, especialmente da Ferrari (o pai de Lance é um bilionário colecionador de carros de rua da Ferrari).

- Do que você mais sente falta de casa quando viaja?

LS: tempo com amigos e familiares.

- Qual foi a sua pior compra?

LS: um péssimo par de cuecas.

- Qual é o seu domingo ideal fora das corridas?
LS: um dia preguiçoso no sofá com boa companhia, assistindo a um jogo da NFL (futebol americano). Eu sou um fã dos NY Giants!

- Qual é o erro mais embaraçoso que você já cometeu?

LS: não consigo pensar em nada.

- Quando foi a última vez em que você ficou realmente brabo?

LS: tento relaxar a maior parte do tempo.

- Qual superpoder você preferiria ter: ser capaz de voar, ou ser capaz de se tornar invisível?

LS: voar! Por que alguém desejaria ficar invisível? (Risos)

- O que você canta no banho?

LS: escuto música no chuveiro: soft-pop!

- Você acredita no amor à primeira vista?

LS: não.

- Qual é a pior coisa sobre ser famoso?

LS:  a falta de privacidade.

- Qual a pergunta mais estranha que você já ouviu?
LS: certo que é uma destas daqui! (Risos)

- Você pode convidar três pessoas para jantar, viva ou que já tenha morrido. Quem você convida?

LS: meus melhores amigos.

- Fora da F-1, o que te traz a maior satisfação?

LS: esquiar no Alasca.

- Qual é a melhor coisa em ser criança?

LS: não ter responsabilidades.

- O que todos deveriam experimentar uma vez na vida?

LS: visitar Montreal!

- Um desejo?

LS: parar o tempo por apenas um dia!



O Bolão depois do Brasil

Dias ao Volante
Publicado por em F-1 ·

Pois é, se na F-1 a coisa tá decidida, aqui no nosso Bolão encrespou de vez, com o Gabriel, atual campeão, vencendo em Interlagos, ao lado do Sebastian Vettel, e tirando a liderança do Maurício. Mas a disputa tá empate técnico, para ser decidido tudo em Abu Dhabi, também com outros candidatos na parada. Como eu já disse, não quero ver o meu nome no pódio, e acho que vou mesmo botar lá na frente na última etapa o Wehrlein, o Ericsson, o Vandoorne, o Gasly e o Harthey.
O troço pegou fogo!

Parâmetros utilizados no Brasil:
Pole: BOTTAS
Segundo do grid: VETTEL
Vencedor: VETTEL
Equipe com mais pontos na etapa: FERRARI
Quantos primeiros pilotos chegam à frente do companheiro na etapa (são os primeiros pilotos: Hamilton - Mercedes, Vettel - Ferrari, Ricciardo - Red Bull, Massa - Williams, Hulkenberg - Renault, Alonso - McLaren, Perez - Force Índia, Sainz Jr. - Toro Rosso, Grosjean - Haas e Ericsson - Sauber: 8
Segundo colocado da prova: BOTTAS
Terceiro colocado da prova: RAIKKONEN
Quarto colocado da prova: HAMILTON
Quinto colocado da prova: VERSTAPPEN
Décimo colocado na prova: HULKENBERG
Piloto com mais voltas na liderança: VETTEL
Volta mais rápida da prova: VERSTAPPEN
Último colocado da prova (segundo a cronometragem oficial da FIA): VANDOORNE
Quantas vezes o safety car entrará na pista na corrida: 1

Brasil:
1) Gabriel Dias - 82 pontos
2) Daniel Dias - 57 pontos
3) Mauro - 47 pontos
4) Luiz Carlos Herrera - 35 pontos
5) Ernani Leonel Dias Müzell - 25 pontos
6) Pedro Henrique - 20 pontos
7) Marcelo Antonio Vieira - 17 pontos
8) Maurício Dias - 15 pontos
8) Daniel Cardoso - 15 pontos
10) Natanel Felipe Rhoden - 10 pontos
10) Guilherme Vieira - 10  pontos
10) André Borges - 10 pontos
10) Francisco Cavalin - 10 pontos
10) Luis Mauro Gonçalves Rosa - 10 pontos
15) Marcelo Farias Pereira - 7 pontos
16) Romário Braga - 5 pontos
17) Mário Gayer do Amaral (Professor) - 2 pontos
18) Eduardo Saraiva - 0 ponto
18) Eduardo Parise - 0 ponto

Total:
1) Gabriel Dias - 849 pontos
2) Maurício Dias - 843 pontos
3) Daniel Dias - 809 pontos
4) Pedro Henrique - 768 pontos
5) Francisco Cavalin - 749 pontos
6) Daniel Cardoso - 702 pontos
7) Luiz Carlos Herrera - 669 pontos
8) Natanael Felipe Rhoden - 660 pontos
9) Mário Gayer do Amaral (Professor) - 647 pontos
10) Mauro - 633 pontos
11) Eduardo Parise - 631 pontos
12) Eduardo Saraiva - 576 pontos
13) Luiz Mauro Gonçalves Rosa - 570 pontos
14) Guilherme Vieira - 569 pontos
15) André Borges - 551 pontos
16) Marcelo Farias Pereira - 431 pontos
17) Marcelo Antonio Vieira - 339 pontos
18) Romário Braga - 186 pontos
19) Ernani Leonel Dias Müzell - 45 pontos



Grid de 2018 completo

Dias ao Volante
Publicado por em F-1 ·


A Toro Rosso confirmou sua dupla de pilotos para a próxima temporada, com o francês Pierre Gasly e o neozelandês e ex-cabeludo Brendon Hartley. Ambos não estavam no grid no começo desta temporada. Os carros da segunda equipe da Red Bull eram pilotados pelo espanhol Carlos Sainz Jr., agora na Renault, e pelo russo Daniil Kvyat, que recebeu o popular chute na bunda.
Portanto, o grid para 2018 está completo, antes mesmo da última corrida deste ano:

Mercedes: Hamilton (ING) e Bottas (FIN)
Ferrari: Vettel (ALE) e Raikkonen (FIN)
Red Bull: Ricciardo (AUS) e Verstappen (HOL)
McLaren: Alonso (ESP) e Vandoorne (BEL)
Force India: Perez (MEX) e Ocon (FRA)
Renault: Hulkenberg (ALE) e Sainz Jr. (ESP)
Williams: Kubica (POL) e Stroll (CAN)
Toto Rosso: Gasly (FRA) e Hartley (NZL)
Haas: Grosjean (FRA) e Magnussen (DIN)
Sauber: Ericsson (SUE) e Giovinazzi (ITA)

Nenhum brasileiro em 47 anos, apenas dois alemães depois da enxurrada de pilotos pós-Schumacher de alguns anos atrás, só um inglês, um representante do Terceiro Mundo, o mexicano Sergio Perez, e três franceses, depois de não ter nenhum desde Romain Grosjean, justamente no ano em que o GP da França retorna ao calendário.



Kubica entra no lugar de Massa

Dias ao Volante
Publicado por em F-1 ·


Durante a transmissão do GP do Brasil no último fim de semana, os correspondentes da TV francesa Canal+ presentes em Interlagos disseram no ar que o substituto de Felipe Massa na Williams será Robert Kubica. Um grupo de empresários do piloto polonês, capitaneado por Nico Rosberg, campeão mundial em 2016 pela Mercedes, teria conseguido as condições especiais para que Kubica possa voltar à Fórmula-1.
Entenda-se como "condições especiais" uma verba de 8 milhões de euros e um volante adaptado para o polonês, com a maioria dos comandos colocada no lado esquerdo, inclusive uma borboleta especial de troca de marchas tipo sequencial. Nos volantes comuns da F-1, as marchas crescentes são feitas com a mão direita, enquanto as reduzidas são feitas com a esquerda. Kubica teve praticamente decepada a mão direita em um acidente de rali em fevereiro de 2011.
Torço para que esta notícia se confirme. Kubica é um dos grandes nomes surgidos na primeira década deste século. Por curiosidade, o agora empresário do polonês travou uma intensa batalha com ele nas voltas finais do GP do Brasil de 2007 – na outra foto aí de cima -, deixando a Ferrari de cabelo em pé. Se os dois batessem e caíssem fora da prova, Lewis Hamilton subiria para quinto lugar e tiraria o título de Kimi Raikkonen. No entanto, os dois não se bateram. Ah, e Rosberg levou a melhor no duelo entre a sua Williams (vejam só) e a BMW do polonês.



McLaren voltará à "Primeira Divisão"

Dias ao Volante
Publicado por em F-1 ·

Com as equipes já pensando a próxima temporada, a McLaren surge no horizonte do novo campeonato como uma grande pretendente a retomar seu lugar de direito, o pelotão da frente. Por três motivos fundamentais, não necessariamente nesta ordem:
1.   O motor Renault, novo parceiro da equipe inglesa, chegou ao nível das máquinas da Mercedes e da Ferrari
2.   A McLaren sempre soube fazer carro.
3.   Fernando Alonso está com muita sede de disputar novamente um título. Historicamente, o piloto espanhol sempre tirou o famoso meio segundo a menos em qualquer carro. E meio segundo na F-1 é uma eternidade.
No próximo ano, a Renault dará exatamente o mesmo motor para a sua própria equipe, para a Red Bull e para a McLaren. Então, nestas três equipes, o que fará a diferença será o carro e os pilotos. Para 2019, no entanto, a fábrica francesa dará exclusividade para a sua equipe. Mas esse será um problema para a McLaren pensar depois.
Em 2018, teremos quatro equipes protagonistas, Mercedes, Ferrari, Red Bull e McLaren. A Wiliams perdeu o bonde da história.



Vettel vence em Interlagos

Dias ao Volante
Publicado por em F-1 ·


Como já era esperado, Sebastian Vettel atacou o pole Valtteri Bottas na largada e garantiu a primeira posição no S do Senna, praticamente assegurando o vice-campeonato da temporada, já ganha por Lewis Hamilton. Com 22 pontos de vantagem sobre Bottas, o piloto da Ferrari corre com tranquilidade na última etapa, daqui a duas semanas em Abu Dhabi para sacramentar a posição.
Vettel foi perfeito neste domingo no GP do Brasil. Melhor do que o tetracampeão alemão, só o tetracampeão inglês. Depois de escapar da pista no Laranjinha no comecinho do Q3 no sábado, Hamilton decidiu finalmente trocar seu motor no ano, já que tinha de partir do fundo do pelotão. Com isso, o piloto da Mercedes largou dos boxes e fez, senhores, uma baita corrida!
Depois da única parada de box dos pilotos da frente, Hamilton assumiu a liderança da corrida, pois partiu com os pneus mais duros e ficou mais tempo na pista. Não foi só isto. Hamilton fez várias ultrapassagens e demonstrou, se tivesse partido na frente, não teria concorrentes neste domingo.
No terço final da corrida no circuito da Zona Sul de São Paulo, Hamilton foi diminuindo a diferença para os primeiros colocados volta a volta. Porém, bem no finalzindo, ficou evidente que o inglês não tinha mais pneus para atacar Kimi Raikkonen, o terceiro colocado, e arrumar um lugar no pódio.
De qualquer forma, Hamilton fez uma brilhante prova neste domingo, digna de um tetracampeão. Vettel também esteve magnífico. E os dois encaminham um grande final de ano de um dos melhores Mundiais dos últimos tempos. A prova de Abu Dhabi, com os dois sem pressão, será imperdível.

1) S. Vettel – Ferrari – 1h31min26s262
2) V. Bottas – Mercedes – a 2s762
3) K. Raikkonen – Ferrari – a 4s600

4) L. Hamilton – Mercedes – a 5s468
5) M. Verstappen – Red Bull – a 32s940
6) D. Ricciardo – Red Bull – a 48s691
7) F. Massa – Williams – a 1min08s882
8) F. Alonso – McLaren – a 1min09s363
9) S. Perez – Force India – a 1min09s500
10) N. Hulkenberg – Renault – a uma volta

11) C. Sainz Jr – Renault – a uma volta
12) P. Gasly – Toro Rosso – a uma volta
13) M. Ericsson – Sauber – a uma volta
14) P. Wehrlein – Sauber – a uma volta
15) R. Grosjean – Haas – a duas voltas
16) L. Stroll – Williams – a duas voltas

17) B. Hartley – Toro Rosso – não completou
18) E. Ocon – Force India – não completou
19) S. Vandoorne – McLaren – não completou
20) K. Magnussen – Haas – não completou

Volta mais rápida – M. Verstappen – Red Bull – 1min11s044



Voltar para o conteúdo | Voltar para o Menu principal