Blog da Fórmula-1 de Daniel Dias - Dias ao Volante

Ir para o conteúdo

Menu principal:

GP da China adiado

Dias ao Volante
Publicado por em F-1 ·


Devido à epidemia do coronavirus na China, a FIA adiou a etapa de Xangai, que seria a quarta da temporada, possivelmente para o final do ano.
O Mundial de F-1 estreia em 2020 na Austrália, dia 15 de março.



Renault não mostra nada

Dias ao Volante
Publicado por em F-1 ·


Estava marcado para não menos que Paris a apresentação do novo carro da Renault, o R.S.20, de Daniel Ricciardo e Esteban Ocon. Mas, como o carro não ficou pronto, a equipe francesa se limitou a mostrar apenas imagens rápidas de partes do carro, certamente sem a pintura definitiva. A Renault vai mesmo muito mal.



A SF1000

Dias ao Volante
Publicado por em F-1 ·


Com 993 GPs disputados na Fórmula-1 desde 1950, a Ferrari resolveu batizar seu novo carro de SF1000 em alusão ao seu milésimo GP neste ano, que, se os cálculos da FIA estiverem certos, ocorrerá no Azerbaijão, dia 7 de junho.



RB16 é a nova Red Bull

Dias ao Volante
Publicado por em F-1 ·


Sem qualquer novidade aerodinâmica – pelo menos, aparente -, a Red Bull mostrou nesta quarta-feira o RB16, o décimo sexto modelo assinado pelo mago Adrian Newey para a equipe austríaca, de Max Verstappen e Alexander Albon. Mas ninguém duvida que a nova Red Bull será uma das forças para a temporada 2020. A apresentação foi feita na sede da equipe, em Milton Keynes, na Inglaterra.



SF 1000, a arma da Ferrari

Dias ao Volante
Publicado por em F-1 ·



Sebastian Vettel e Charles Leclerc apresentaram nesta terça-feira o carro da Ferrari para a temporada da Fórmula-1, denominado de SF 1000, em Reggio Emilia, na Itália. Pelo menos na apresentação, a Ferrari larga na frente.
Nesta quarta, a Renault e a Red Bull mostrarão seus bólidos para 2020, na França e em Milton Keynes, na Inglaterra, respectivamente. A Mercedes promete apresentar o novo carro na sexta-feira, em Silverstone, na Inglaterra.



Hamilton, 35 anos

Dias ao Volante
Publicado por em F-1 ·


Nascido em Stevenage, na minha Inglaterra, o hexacampeão Lewis Carl Davidson Hamilton completa 35 anos nesta terça-feira, dia 7 de janeiro. Com 84 vitórias na Fórmula-1, portanto, apenas a oito de superar Michael Schumacher - o que acontecerá neste ano -, o piloto inglês se encaminha para ser o maior de todos os tempos também em números. Evidentemente, o próprio Hamilton não concordará com o título de “Maior de Todos os Tempos” pois ele mesmo reserva esse lugar para seu ídolo Ayrton Senna. No auge da carreira, com muito ainda por trilhar na F-1, o ainda menino inglês sonhou em ser celebridade fora da pista. Já é! Há muito tempo e naturalmente.
Na semana passada, seu chefe na Mercedes, Toto Wolff, disse que Hamilton não terá nenhum privilégio dentro da equipe para superar as marcas de Schumacher, “que os dois pilotos terão tratamento igual em 2020”, falou o dirigente austríaco. Bobagem! Primeiro, porque Hamilton não precisa disso. Segundo, porque não há termos de comparação entre Hamilton e Valtteri Bottas, e nem com qualquer outro ser vivo na atualidade. Nem nunca haverá.
Qualquer pessoa minimamente esclarecida em automobilismo sabe que Bottas é candidato a vencer uma prova quando o carro está acertado para uma determinada pista. Hamilton é candidato em qualquer situação, mesmo quando o carro não está à altura para brigar contra outras equipes, como se viu na maioria das provas do ano passado.
Um dia, meu amigo e colega de Zero Hora David Coimbra disse, em meio à campanha vitoriosa do time do Grêmio do Felipão em 1995 e 1996: “daqui a algum tempo, lembraremos que vimos jogar um time espetacular, composto de homens quase imbatíveis! E só aí daremos o real valor a esse time!”.
Digo o mesmo em relação a Lewis Hamilton: um dia lembraremos que vimos esse piloto correr, que vimos ele fazendo História.
Parabéns, Lewis!



Francisco e Professor campeões!

Dias ao Volante
Publicado por em Bolão 2019 F1 ·



Em uma Final espetacular, com o Professor vencendo em Abu Dhabi ao lado do Lewis Hamilton, com o Gabriel em segundo, ao lado do Max Verstappen, e com o Francisco, o Ismael e o Maurício em terceiro, ao lado do Charles Leclerc, o Professor Xavante roxo conseguiu descontar a diferença para o líder e conquistou o título do nosso Bolão em conjunto com o Francisco, que, no caso, ganha seu segundo título aqui. Desde que promovo este Bolão, no começo, na Zero Hora, esse foi o mais disputado, com o Ismael em segundo, o tricampeão Gabriel em terceiro, o Maurício em quarto e o campeão Natanael em quinto.
Parabéns a todos, foi sensacional! Para 2020, traremos mais novidades. Nas fotos aí de cima, os campeões Francisco e Professor Mário e o vice Ismael, necessariamente nessa ordem.

Parâmetros utilizados no GP do Abu Dhabi:
Pole: HAMILTON
Vencedor: HAMILTON
Segundo: VERSTAPPEN
Terceiro: LECLERC
Quarto: BOTTAS
Quinto: VETTEL
Melhor volta da corrida: HAMILTON
Último colocado na corrida, entre os pilotos que completarem a prova: KUBICA
Desafio: SIM
Melhor piloto da prova, segundo internautas e telespectadores e publicado no final da transmissão da TV: HULKENBERG

Abu Dhabi:
1) Mário Gayer do Amaral (Professor) - 85 pontos
2) Gabriel Dias - 80 pontos
3) Francisco Cavalin - 75 pontos
3) Ismael Reichert - 75 pontos
3) Maurício Dias - 75 pontos
6) Daniel Dias - 70 pontos
7) Daniel Cardoso - 55 pontos
7) Pedro Henrique - 55 pontos
9) Luiz Herrera - 50 pontos
9) Tiago Reimann - 50 pontos
9) Eduardo Saraiva - 50 pontos
12) Mauro - 40 pontos
13) Natanael Felipe Rhoden - 20 pontos
14) Marcelo Vieira - 15 pontos
15) Marcelo Pereira - 0 ponto
15) André Borges - 0 ponto
15) Luis Mauro Gonçalves Rosa - 0 ponto

Total:
1) Francisco Cavalin - 940 pontos
1) Mário Gayer do Amaral (Professor) - 940 pontos
3) Ismael Reichert - 905 pontos
4) Gabriel Dias - 850 pontos
5) Maurício Dias - 830 pontos
6) Natanael Felipe Rhoden - 810 pontos
7) Eduardo Saraiva - 750 pontos
8) Daniel Cardoso - 700 pontos
9) Tiago Reimann - 665 pontos
10) Marcelo Vieira - 650 pontos
11) Daniel Dias - 645 pontos
12) Luiz Herrera - 625 pontos
13) Pedro Henrique - 435 pontos
14) Marcelo Pereira - 385 pontos
15) Mauro - 380 pontos
16) André Borges - 220 pontos
17) Luis Mauro Gonçalves Rosa - 45 pontos



Hamilton termina o ano em primeiro

Dias ao Volante
Publicado por em F-1 ·



O hexacampeão Lewis Hamilton tomou uma decisão tão logo pisou em Abu Dhabi:
- Não darei chance nenhuma pra ninguém.
Não deu outra. De sangue doce, um enorme talento e um carro perfeito, Hamilton dominou os treinos, conquistou a pole position com extrema facilidade e derrotou o segundo colocado do grid, Max Verstappen, na largada, deixando o piloto da Red Bull a comer areia do deserto de Abu Dhabi. Mais: na penúltima volta, ele fez a melhor volta da prova com pneus duros e desgastados. Hamilton ultrapassará todos os recordes de Michael Schumacher por vários motivos, o principal, porque ele está no auge de sua carreira. O inglês pilota melhor a cada prova e não pretende dar chances para mais ninguém.
Muito falaremos sobre a próxima temporada durante o recesso da Fórmula-1, mas nada indica que Hamilton e Mercedes não tenham as mesmas condições de superioridade para 2020. Hamilton ultrapassará as 91 vitórias de Schumacher (faltam só sete para igualar), empatará o número de títulos e partirá para a nova F-1 em 2021 para se tornar o maior de todos os tempos também nos números.
Hamilton é de outro planeta? Nada! Ele é do nosso planeta. E ainda bem que é assim! Além disso tudo, ele é um grande cara, O Cara!

Resultado final do GP de Abu Dhabi:
1) L. Hamilton - Mercedes - 1h34min05s715
2) M. Verstappen - Red Bull - a 16s772
3) C. Leclerc - Ferrari - a 43s435

4) V. Bottas - Mercedes - a 44s379
5) S. Vettel - Ferrari - a 1min04s357
6) A. Albon - Red Bull - a 1min09s205
7) S. Perez - Racing Point - a uma volta
8) L. Norris - McLaren - a uma volta
9) D. Kvyat - Toro Rosso - a uma volta
10) C. Sainz - McLaren - a uma volta

11) D. Ricciardo - Renault - a uma volta
12) N. Hulkenberg - Renault - a uma volta
13) K. Raikkonen - Alfa Romeo - a uma volta
14) K. Magnussen - Haas - a uma volta
15) R. Grosjean - Haas - a uma volta
16) A. Giovinazzi - a uma volta
17) G. Russell - Williams - a uma volta
18) P. Gasly - Toro Rosso - a duas voltas
19) R. Kubica - Williams - a duas voltas

20) L. Stroll - Racing Point - não completou

Piloto do Dia - N. Hulkenberg - Renault
Melhor volta - L. Hamilton - Mercedes - 1min39s283

Mundial de Pilotos 2019:
1) L. Hamilton - Mercedes - 413 pontos
2) V. Bottas - Mercedes - 326 pontos
3) M. Verstappen - Red Bull - 278 pontos
4) C. Leclerc - Ferrari - 264 pontos
5) S. Vettel - Ferrari - 240 pontos
6) C. Sainz Jr - McLaren - 96 pontos
7) P. Gasly - Red Bull - 95 pontos
8) A. Albon - Toro Rosso - 92 pontos
9) D. Ricciardo - Renault - 54 pontos
10) S. Perez - Racing Point - 52 pontos
11) L. Norris - McLaren - 49 pontos
12) K. Raikkonen - Alfa Romeo - 43 pontos
13) D. Kvyat - Toro Rosso - 37 pontos
14) N. Hulkenberg - Renault - 37 pontos
15) L. Stroll - Racing Point - 21 pontos
16) K. Magnussen - Haas - 20 pontos
17) A. Giovinazzi - Alfa Romeo - 14 pontos
18) R. Grosjean - Haas - 8 pontos
19) R. Kubica - Williams - 1 ponto
20) G. Russell - Williams - 0 ponto

Mundial de Construtores 2019:
1) Mercedes - 739 pontos
2) Ferrari - 504 pontos
3) Red Bull - 417 pontos
4) McLaren - 145 pontos
5) Renault - 91 pontos
6) Toro Rosso - 85 pontos
7) Racing Point - 73 pontos
8) Alfa Romeo - 57 pontos
9) Haas - 28 pontos
10) Williams - 1 ponto



Sette Câmara vence em Abu Dhabi

Dias ao Volante
Publicado por em F-2 ·


Com uma atuação espetacular, o mineiro Sérgio Sette Câmara, de 21 anos, venceu neste sábado sua primeira corrida grande na Fórmula-2, a principal da rodada dupla. Mais importante que a vitória em Abu Dhabi, o brasileiro assegurou a pontuação necessária para a Superlicença, documento obrigatório para um piloto conseguir participar de uma prova na Fórmula-1. Sette Câmara é piloto reserva do espanhol Carlos Sainz Jr. e do inglês Lando Norris na McLaren. Em 2020, continuará na F-2 e na equipe inglesa da F-1.
Partindo da pole position neste sábado, Sette Câmara perdeu duas posições antes da primeira curva do circuito de Yas Marina, onde ocorre o GP de Abu Dhabi de F-1 neste domingo. No entanto, o que parecia ser um retrocesso na prova, era na verdade uma tática de corrida bem elaborada pelo brasileiro e por sua equipe. Sette Câmara largou com os pneus supermacios, que não rendem bem no circuito, e fez seu pit stop logo no começo da prova, caindo para décimo segundo lugar.
Enquanto o japonês Nobuharu Matsushita e o chinês Guan Yu Zhou preferiram ficar na pista com pneus macios até quatro voltas do final, Sette Câmara foi escalando o pelotão, com ultrapassagens na pista. Quando os dois orientais pararam para troca de pneus, o brasileiro assumiu a ponta e cruzou a linha de chegada com uma vantagem de 5s1 sobre Matsushita e de 7s7 sobre Zhou. Muito feliz, Sette Câmara ouviu o hino brasileiro ser tocado no circuito de Yas Marina.



Hamilton é pole na despedida

Dias ao Volante
Publicado por em F-1 ·


Lewis Hamilton conquistou a pole position do último GP da temporada, em Abu Dhabi, neste sábado, no belíssimo circuito de Yas Marina. Desde o GP da Alemanha deste ano, o hexacampeão não ficava com a posição de honra em uma prova. Valtteri Bottas foi o segundo mas largará na última posição, pois teve troca de motor. Com isso, Max Verstappen herdou o segundo lugar e partirá ao lado de Hamilton no domingo. Mais uma vez, a Ferrari se atrapalhou, como em Monza. Sebastian Vettel foi muito lento na volta de aquecimento da última tentativa no Q3, devido à presença de uma McLaren a sua frente, e as Ferrari não conseguiram abrir a sua última tentativa para buscar a pole. O fato não deve gerar muita confusão na equipe italiana porque Vettel já estava atrás do companheiro na cronometragem, no entanto, tirou uma chance para Leclerc tentar a primeira posição, pois faria a última volta se auxiliando do vácuo de Vettel.
O GP de Abu Dhabi está previsto para as 10h10min (nosso horário) deste domingo, com transmissão ao vivo da Globo.

1. Hamilton, Mercedes, 1:34:779
2. Bottas, Mercedes, a 0:194
3. Verstappen, Red Bull, a 0:360
4. Leclerc, Ferrari, a 0:440
5. Vettel, Ferrari, a 0:560
6. Albon, Red Bull, a 0:903
7. Norris, McLaren, a 1:657
8. Ricciardo, Renault, a 1:677
9. Sainz Jr., McLaren, 1:680
10. Hulkenberg, Renault, a 1:931

11. Perez, Racing Point
12. Gasly, Toro Rosso
13. Stroll, Racing Point
14. Kvyat, Toro Rosso
15. Magnussen, Haas

16. Grosjean, Haas
17. Giovinazzi, Alfa Romeo
18. Raikkonen, Alfa Romeo
19. Russell, Williams
20. Kubica, Williams



Voltar para o conteúdo | Voltar para o Menu principal