Hamilton vence a nonagésima em Mugello - Blog da Fórmula-1 de Daniel Dias - Dias ao Volante

Ir para o conteúdo

Menu principal:

Hamilton vence a nonagésima em Mugello

Dias ao Volante
Publicado por em F-1 ·





A vitória de número 90 de Lewis Hamilton neste domingo em Mugello, a pista da Ferrari, que completou exatamente mil corridas na Fórmula-1, deveria ser saudada apenas com alegria, emoção e júbilo pelo piloto inglês da Mercedes estar a apenas uma conquista do recorde de Michael Schumacher. Deveria! Acontece que tem um piloto chamado de Valtteri Bottas que resolveu jogar tudo neste ano contra seu companheiro. E jogar tudo, que ele prometeu antes mesmo do início da temporada, significa jogar sujo, como houve na sua pole position na primeira prova do ano, na qual ele, garantido com o tempo para a pole, rodou de propósito na pista para que Hamilton não conseguisse superá-lo e ainda fosse punido por ultrapassar o limite de velocidade com bandeira amarela.
Pois bem, neste domingo, o finlandês – que a FIA, não sei o porquê (ou sei?), decidiu não punir neste ano, não importando o que ele faça de ruim na pista – poderia ter matado alguém. Como ocorreu na largada do GP da Itália de 1978, no qual os primeiros colocados diminuíram o ritmo na largada e provocaram o efeito cascata nos pilotos que vinham no meio do pelotão e resultou na morte do grande Ronnie Peterson (uma das fotos aí de cima, com muito fogo), Bottas, em primeiro lugar naquela altura da prova, desacelerou em uma relargada em movimento, para não dar vácuo para que o Hamilton o ultrapassasse. Com isso, houve o efeito cascata no meio do pelotão, com vários pilotos se batendo e quase pegando para valer o espanhol Carlos Sainz Jr., da McLaren, segundo colocado da prova anterior, em Monza. Sainz Jr. teve muita sorte e a ajuda do Halo para que não fosse decepado em plena pista (outra foto aí de cima).
Bottas, que nunca mereceu estar ao volante do melhor carro da F-1 no momento – desde 2014, aliás – foi o que é: um bandido, um patife, um débil mental, no sentido de não ter nada dentro da cabeça. A manobra insana de Bottas terminou com a corrida interrompida com bandeira vermelha. E vários pilotos foram para a conhecida salinha dos comissários para serem investigados. Vários, menos, claro, o Valtteri Bottas, o imune a punições neste ano. Hamilton, por outro lado, toma punição até se olhar feio para a cara de um comissário. Em Monza, na semana passada, a direção de prova roubou mais uma vitória do inglês ao fechar os boxes em tempo recorde na entrada de um safety car justamente para pegar o Hamilton. Neste domingo, por exemplo, o safety car entrou no início da corrida, Sebastian Vettel foi imediatamente para os boxes e nada aconteceu de punição para o piloto da Ferrari.
Amo a F-1 há muito tempo, mas essas coisas me causam enjoo no estômago. Botas é um patife, nada mais do que isso, e não merece estar em uma Mercedes e nem tão pouco ao lado do grande Lewis Hamilton em uma mesma equipe. O finlandês está consolidando a vice-liderança do campeonato – com mais uma desistência de Max Verstappen -, com um caminhão de desvantagem para Hamilton. Mas a segunda posição no campeonato para o segundo piloto da Mercedes é obrigação e, no caso, do Bottas, é sinônimo de último colocado na tabela de pontuação. E como a vida, ao contrário da FIA, pune, Hamilton reassumiu a ponta do GP da Toscana justamente pegando o vácuo do Bottas na primeira relargada com os carros parados no grid.
Mas, falemos de coisas boas. Lewis Hamilton parte, ainda neste ano, quem sabe daqui a duas corridas, em Nürburgring, para chegar a noventa e duas vitórias e se tornar o maior piloto de todos os tempos (que ele já é) também em números.

Resultado final:
1) L. Hamilton - Mercedes - 2h19min35s060
2) V. Bottas - Mercedes - a 4s880
3) A. Albon - Red Bull - a 8s064

4) D. Ricciardo - Renault - a 10s417
5) S. Perez - Racing Point - a 15s650
6) L. Norris - McLaren - a 18s883
7) D. Kvyat - Alpha Tauri - a 21s756
8) C. Leclerc - Ferrari - a 28s345
9) K. Raikkonen - Alfa Romeo - a 29s770
10) S. Vettel - Ferrari - a 29s983

11) G. Russell - Williams - a 32s404
12) R. Grosjean - Haas - a 42s036

13) L. Stroll - Racing Point - não completou
14) E. Ocon- Renault - não completou
15) N. Latifi - Williams - não completou
16) K. Magnussen - Haas - não completou
17) A. Giovinazzi - Alfa Romeo - não completou
18) C. Sainz Jr - McLaren - não completou
19) M. Verstappen - Red Bull - não completou
20) P. Gasly - Alpha Tauri - não completou

Melhor Volta - L. Hamilton - Mercedes - 1min18s833

Mundial de Pilotos 2020:
1) L. Hamilton - Mercedes - 190 pontos
2) V. Bottas - Mercedes - 135 pontos
3) M. Verstappen - Red Bull - 110 pontos
4) L. Norris - McLaren - 65 pontos
5) A. Albon - Red Bull - 63 pontos
6) L. Stroll - Racing Point - 57 pontos
7) D. Ricciardo - Renault - 53 pontos
8) C. Leclerc - Ferrari - 49 pontos
9) S. Perez - Racing Point - 44 pontos
10) P. Gasly - Alpha Tauri - 43 pontos
11) C. Sainz Jr - McLaren - 41 pontos
12) E. Ocon - Renault - 30 pontos
13) S. Vettel - Ferrari - 17 pontos
14) D. Kvyat - ALpha Tauri - 10 pontos
15) N. Hulkenberg - Racing Point - 6 pontos
16) K. Raikkonen - Alfa Romeo - 2 pontos
17) A. Giovinazzi - Alfa Romeo - 2 pontos
18) K. Magnussen - Haas - 1 ponto
19) G. Russell - Williams - 0 ponto
20) N. Latifi - Williams - 0 ponto
21) R. Grosjean - Haas - 0 ponto

Mundial de Construtores:
1) Mercedes - 325 pontos
2) Red Bull - 173 pontos
3) McLaren - 106 pontos
4) Racing Point - 92 pontos
5) Renault - 83 pontos
6) Ferrari - 66 pontos
7) Alpha Tauri - 53 pontos
8) Alfa Romeo - 4 pontos
9) Haas - 1 ponto
10) Williams - 0 ponto



4 comentários
Média dos votos: 145.0/5
Daniel Dias
2020-09-16 23:00:23
Campeão, posso assinar embaixo de tudo o que vc falou do Bottas? Obrigado.
E quanto aos caras da Globo, detalhe: eles estavam lendo o regulamento durante a corrida. Nada mais a declarar...
Natanael Felipe Rhoden
2020-09-15 13:21:29
A manutenção do Bottas na equipe, na minha opinião, é por conta de ser empresariado pelo Toto Wolff, não há outra explicação. Ou pelo motivo de ele fazer pontos suficientes para o título de construtores. Não tenho mais o que falar sobre o miserável. Só gostaria de saber quando alguém da retaguarda da Globo avisará a equipe de transmissão que em bandeira vermelha, o cronômetro regressivo do limite de 2h de prova para e o evento num todo não pode passar de 4h, até eu que não trabalho com isso sei esse item do regulamento.
Daniel Dias
2020-09-14 14:21:35
Oi, Maurício, toda essa tua indignação é tb a de todos que gostam do bom automobilismo. Um cara que brinca com a vida dos outros pilotos em benefício próprio não pode continuar participando do campeonato. Aliás, deveria estar preso.
Maurício Dias
2020-09-14 01:08:30
Exatamente Daniel, a minha indignação com Bottas é a mesma tua. Um idiota que tem um baita carro na mão e não merece ser o parceiro do melhor piloto da atualidade e da história da F1. Mas ainda acho que a maior culpada disso tudo é a Mercedes, por mante-lo a tanto tempo como segundo piloto da equipe. Esta corrida de hoje me deixou muito irritado, menos mal que o Hamilton ganhou.

Voltar para o conteúdo | Voltar para o Menu principal