Blog da Fórmula-1 de Daniel Dias - Dias ao Volante

Ir para o conteúdo

Menu principal:

Resultado do terceiro treino livre para o GP do México

Dias ao Volante
Publicado por em F-1 ·

1) M. Verstappen - Red Bull - 1min16s284
2) L. Hamilton - Mercedes - a 0s254
3) S. Vettel - Ferrari - a 0s282
4) D. Ricciardo - Red Bull - a 0s744
5) K. Raikkonen - Ferrari - a 0s761
6) C. Leclerc - Sauber - a 0s775
7) C. Sainz Jr - Renault - a 1s052
8) P. Gasly - Toro Rosso - a 1s241
9) M. Ericsson - Sauber - a 1s281
10) N. Hulkenberg - Renault - a 1s339
11) E. Ocon - Force India - a 1s447
12) S. Perez - Force India - a 1s535
13) R. Grosjean - Haas - a 1s861
14) S. Vandoorne - McLaren - a 2s161
15) F. Alonso - McLaren - a 2s264
16) B. Hartley - Toro Rosso - a 2s353
17) S. Sirotkin - Williams - a 2s385
18) L. Stroll - Williams - a 2s414
19) V. Bottas - Mercedes - a 2s555
20) K. Magnussen - Haas - sem tempo



Verstappen mais rápido no México

Dias ao Volante
Publicado por em F-1 ·

Pelo menos no primeiro dia de treinos livres, Max Verstappen e a Red Bull dominaram amplamente no Circuito Hermanos Rodriguez, no México. Com o companheiro Daniel Ricciardo em segundo, a equipe austríaca foi bem mais rápida que a concorrência, embora o piloto holandês tenha enfrentado problemas elétricos em seu carro bem no final da segunda sessão desta sexta-feira. Lewis Hamilton teve problemas de equilíbrio em sua Mercedes e foi obrigado a se contentar com a sétima posição à tarde no México, lugar justamente que asseguraria o penta do inglês na corrida de domingo, independentemente de onde chegar Sebastian Vettel. Aliás, o piloto da Ferrari tem de vencer necessariamente para ainda tentar impedir a comemoração do rival nesta prova.

Segunda sessão no México:
1.   Verstappen, Red Bull, 1:16:720
2.   Ricciardo, Red Bull, a 0:153
3.   Sainz Jr., Renault, a 1:233
4.   Vettel, Ferrari, a 1:234
5.   Hulkenberg, Renault, a 1:326
6.   Hartley, Toro Rosso, a 1:341
7.   Hamilton, Mercedes, a 1:380
8.   Raikkonen, Ferrari, a 1:413
9.   Bottas, Mercedes, a 1:420
10. Perez, Force India, a 1:447
11. Ocon, Force India, a 1:765
12. Grosjean, Haas, a 2:013
13. Leclerc, Sauber, a 2:304
14. Gasly, Toro Rosso, a 2:327
15. Vandoorne, McLaren, a 2:376
16. Stroll, Williams, a 2:499
17. Ericsson, Sauber, a 2:602
18. Sirotkin, Williams, a 2:615
19. Alonso, McLaren, a 2:823
20. Magnussen, Haas, a 2:950



Quem vence no México?

Dias ao Volante
Publicado por em F-1 ·

Então, já vamos para a antepenúltima etapa do ano, neste domingo, com o GP do México. E, como no ano passado, o Hamilton garantirá o título nas terras de Montezuma.
As apostas devem ser colocadas nos comentários deste post (clicando em "Ler tudo" no fim do post) ou serem enviadas para o meu e-mail (danieldias10259@gmail.com) ou (diasaovolante@diasaovolante.com) até cinco minutos antes do início do treino de classificação no sábado. Boa sorte!

Regulamento e itens para o Circuito Hermanos Rodriguez:
Pole: sobrenome do piloto
Vencedor: sobrenome do piloto
Segundo colocado da prova: sobrenome do piloto
Terceiro colocado da prova: sobrenome do piloto
Quarto colocado da prova: sobrenome do piloto
Quinto colocado da prova: sobrenome do piloto
Último colocado da prova (segundo a cronometragem oficial da FIA): sobrenome do piloto
Desafio: Hamilton precisa de apenas a sétima posição no GP do México, mesmo se Vettel venha a vencer. No ano passado, que chegou em sétimo na corrida da Cidade do México foi justamente o piloto da casa, Sergio Perez. Então, quero saber, em qual posição o Sergio termina na corrida de domingo.

Para acompanhar ao vivo todos os lances no México:
Sexta-feira: 12h, primeiro treino livre, 16h, segundo treino livre, ambos pelo SporTV3
Sábado: 12h, terceiro treino livre, 15h, classificação, ambos  pelo SporTV.
Domingo: 16h10min, corrida, pela SporTV.



O Bolão depois dos EUA

Dias ao Volante
Publicado por em F-1 ·

O grande vencedor no Circuito das Américas foi o Guilherme Vieira, que fez coro com Kimi Raikkonen no alto do pódio do espetacular circuito texano. O Ismael e o Gabriel empataram e mantiveram o primeiro e o segundo lugares, respectivamente, no Bolão. Mas, sem descanso, o GP do México já tá batendo às portas.

Parâmetros utilizados nos EUA:
Pole: HAMILTON
Vencedor: RAIKKONEN
Segundo colocado da prova: VERSTAPPEN
Terceiro colocado da prova: HAMILTON
Quarto colocado da prova: VETTEL
Quinto colocado da prova: BOTTAS
Último colocado da prova (segundo a cronometragem oficial da FIA): ALONSO
Desafio: NÃO

EUA:
1) Guilherme Vieira - 40 pontos
2) Gabriel Dias - 25 pontos
2) Ismael Reichert - 25 pontos
2) Tiago Reimann - 25 pontos
2) Maurício Dias - 25 pontos
2) Pedro Henrique - 25 pontos
7) Daniel Dias - 20 pontos
8) Mauro - 15 pontos
8) Marcelo Vieira - 15 pontos
10) Luiz Herrera - 10 pontos
10) Francisco Cavalin - 10 pontos
10) Natanael Felipe Rhoden - 10 pontos
10) Mário Gayer do Amaral (Professor) - 10 pontos
14) Daniel Cardoso - 5 pontos
15) Daniel Jacques - 0 ponto
15) Eduardo Saraiva - 0 ponto
15) Romário Braga - 0 ponto
15) Marcelo Pereira - 0 ponto
15) Matteus Saldanha - 0 ponto
15) André Borges - 0 ponto
15) Luis Mauro Gonçalves Rosa - 0 ponto

Total:
1) Ismael Reichert - 670 pontos
2) Gabriel Dias - 655 pontos
3) Marcelo Vieira - 595 pontos
4) Natanael Felipe Rhoden - 585 pontos
5) Maurício Dias - 540 pontos
6) Mauro - 500 pontos
7) Daniel Dias - 470 pontos
8) Luiz Herrera - 435 pontos
9) Daniel Cardoso - 415 pontos
9) Francisco Cavalin - 415 pontos
11) Guilherme Vieira - 390 pontos
12) Luis Mauro Gonçalves Rosa - 345 pontos
12) Mário Gayer do Amaral (Professor) - 345 pontos
14) Marcelo Pereira - 310 pontos
15) Tiago Reimann - 260 pontos
16) Matteus Saldanha - 250 pontos
17) André Borges - 215 pontos
18) Eduardo Saraiva - 175 pontos
19) Pedro Henrique - 150 pontos
20) Romário Braga - 45 pontos
21) Daniel Jacques - 25 pontos



Penta de Hamilton fica pro México

Dias ao Volante
Publicado por em F-1 ·


Kimi Raikkonen venceu neste domingo o GP dos EUA, disputado no Circuito das Américas, e a confirmação do pentacampeonato de Lewis Hamilton ficou adiada para a próxima semana, no GP do México. O inglês da Mercedes liderou boa parte da corrida em Austin mas terminou em terceiro lugar, atrás de Max Verstappen. Sebastian Vettel completou em quarto após ter se envolvido em uma batida com Daniel Ricciardo na primeira volta, quando o piloto da Red Bull poderia ter aliviado as coisas para o alemão, que tinha já ultrapassado o australiano no curvão de três tomadas localizado na parte final do traçado do Circuito das Américas. Com isso, Vettel caiu para o fim do pelotão e teve de fazer uma prova de recuperação.
Partindo do segundo lugar no grid, Raikkonen largou mais rápido e ultrapassou Hamilton, o pole position, na tomada da curva 1. Pouco mais tarde, a direção de prova acionou o safety car virtual. A Mercedes decidiu então alterar a tática de corrida de Hamilton, chamando seu piloto para o primeiro de dois pit stops, estratégia utilizada apenas no carro do inglês. Com a "saída" do safety car virtual, Hamilton subiu facilmente para o primeiro lugar e passou a imprimir um ritmo forte, pois teria de parar novamente.
Raikkonen fez sua parada normal e voltou para a pista com pneus macios (os amarelos), suficientes para levá-lo até o final da prova. Enquanto Ricciardo abandonava a corrida com problemas mecânicos, o GP dos EUA ficou em "Banho Maria", na espera do que aconteceria depois de Hamilton fazer a sua segunda parada. Como previsto, Hamilton fez o segundo pit stop e Raikkonen voltou à liderança, com Verstappen em segundo, à frente de Valtteri Bottas, Hamilton e Vettel.
Bottas abriu passagem para o companheiro em seguida. A indefinição pela vitória marcou a parte final do GP dos EUA, com Hamilton sendo o mais rápido da pista naquele momento. Nas 10 últimas voltas, o tetracampeão da Mercedes encostou em Verstappen, que tinha uma pequena diferença para o líder Raikkonen. A duas voltas da bandeirada, Hamilton tentou passar o holandês da Red Bull. Os dois andaram lado a lado em duas curvas até o inglês passar sobre uma sujeira, indo parar na área de escape. Ao mesmo tempo, Vettel conseguia superar Bottas, garantindo a quarta posição. Hamilton, no entanto, conseguiu retornar e cruzou a bandeirada final novamente próximo a Verstappen.
O GP dos EUA não confirmou matematicamente o quinto título de Hamilton, entretanto, foi um dia de festa para todos que acompanham de perto a Fórmula-1. Tudo isso por causa da vitória de Raikkonen, a primeira desde sua última conquista, ainda com a Lotus, no início da temporada de 2013. O Homem de Gelo finalmente voltou a sorrir e subiu ao topo do pódio sem largar mão dos já tradicionais óculos escuros, uma marca do finlandês neste seu último ano de Ferrari, pois será substituído – absurda e inexplicavelmente – por Charles Leclerc em 2019. Nada contra o talentoso piloto monegasco, mas tudo a favor de Raikkonen.
Hamilton não saiu de Austin com a faixa no peito, no entanto, ficou ainda mais perto do penta. No México, bastará a sétima colocação para o inglês, mesmo se Vettel vencer no Circuito Hermanos Rodriguez.

Resultado final do GP dos EUA:
1) K. Raikkonen - Ferrari - 1h34min18s643
2) M. Verstappen - Red Bull - a 1s281
3) L. Hamilton - Mercedes - a 2s342

4) S. Vettel - Ferrari - a 18s222
5) V. Bottas - Mercedes - a 24s744
6) N. Hulkenberg - Renault - a 1min27s210
7) C. Sainz Jr - Renault - a 1min34s994
8) E. Ocon - Force India - a 1min39s288
9) K. Magnussen - Force India - a 1min40s657
10) S. Perez - Force India - a 1min41s080

11) B. Hartley - Toro Rosso - a uma volta
12) M. Ericsson - Sauber - a uma volta
13) S. Vandoorne - McLaren - a uma volta
14) P. Gasly - Toro Rosso - a uma volta
15) S. Sirotkin - Williams - a uma volta
16) L. Stroll - Williams - a duas voltas

17) C. Leclerc - Sauber - não completou
18) D. Ricciardo - Red Bull - não completou
19) R. Grosjean - Haas - não completou
20) F. Alonso - McLaren - não completou

Melhor volta - L. Hamilton - Mercedes - 1min37s392

Classificação do Mundial de Pilotos:
1) L. Hamilton - Mercedes - 346 pontos
2) S. Vettel - Ferrari - 276 pontos
3) K. Raikkonen - Ferrari - 221 pontos
4) V. Bottas - Mercedes - 217 pontos
5) M. Verstappen - Red Bull - 191 pontos
6) D. Ricciardo - Red Bull - 146 pontos
7) N. Hulkenberg - Renault - 61 pontos
8) K. Magnussen - Haas - 55 pontos
9) S. Perez - Force India - 54 pontos
10) E. Ocon - Force India - 53 pontos
11) F. Alonso - McLaren - 50 pontos
12) C. Sainz Jr - Renault - 45 pontos
13) R. Grosjean - Haas - 31 pontos
14) P. Gasly - Toro Rosso - 28 pontos
15) C. Leclerc - Sauber - 21 pontos
16) S. Vandoorne - McLaren - 8 pontos
17) L. Stroll - Williams - 6 pontos
18) M. Ericsson - Sauber - 6 pontos
19) B. Hartley - Toro Rosso - 2 ponto
20) S. Sirotkin - Williams - 1 ponto

Classificação do Mundial de Construtores:
1) Mercedes - 563 pontos
2) Ferrari - 497 pontos
3) Red Bull - 337 pontos
4) Force India - 107 pontos
5) Renault - 106 pontos
6) Haas - 86 pontos
7) McLaren - 58 pontos
8) Toro Rosso - 30 pontos
9) Sauber - 27 pontos
10) Williams - 7 pontos



Hamilton parte da pole para o penta

Dias ao Volante
Publicado por em F-1 ·

Lewis Hamilton conquistou a pole position do GP dos EUA neste sábado e parte como o favorito para chegar a sua sexta vitória no Circuito das Américas e, mais importante, ao seu quinto título já na décima oitava etapa do Mundial de Fórmula-1. Isso porque a direção de prova tratou de dar uma punição absurda para Sebastian Vettel, que terminou a classificação em segundo - com quase o mesmo tempo de Hamilton - e caiu três posições, ficando em quinto, atrás de Daniel Ricciardo, Vatteri Bottas e Kimi Raikkonen.
Vettel foi punido de forma ridícula porque não diminuiu a velocidade sob bandeira vermelha no treino livre de sexta-feira, em um momento que não oferecia nenhum risco para os demais pilotos. Com isso, abriu muito forte a possibilidade de Hamilton ganhar o campeonato por antecipação, pois necessita vencer em Austin e Vettel não completar em segundo. Hamilton será o campeão da temporada com toda a justiça, mas não precisava dessa ajuda extra da direção de prova.
Para a Ferrari, o treino de classificação mostrou duas coisas muito positivas. A primeira é que a equipe italiana parece ter reencontrado o rumo de acerto no carro. A segunda é a posição de largada de Raikkonen – em segundo –, porque o finlandês poderá tentar superar Hamilton na partida para a corrida ou na primeira parte da prova. Ao contrário das Mercedes, Raikkonen largará com os pneus mais rápidos oferecidos pela Pirelli para o GP dos EUA.
Max Verstappen passou em cima de um obstáculo colocado sobre uma zebra do Circuito das Américas neste ano e teve problemas na suspensão traseira direita, ficando com a décima quinta posição no grid. Esse obstáculo foi colocado justamente por causa do piloto holandês, que cortou caminho no ano passado para ultrapassar Raikkonen. A manobra, no entanto, custou o terceiro lugar para Verstappen naquela ocasião.

Resultado da classificação:
1) L. Hamilton - Mercedes - 1min32s237
2) S. Vettel - Ferrari - 1min32s298 - perderá 3 posições
3) K. Raikkonen - Ferrari - 1min32s307
4) V. Bottas - Mercedes - 1min32s616
5) D. Ricciardo - Red Bull - 1min33s494
6) E. Ocon - Force India - 1min34s145
7) N. Hulkenberg - Renault - 1min34s215
8) R. Grosjean - Haas - 1min34s250
9) C. Leclerc - Sauber - 1min34s420
10) S. Perez - Force India - 1min34s594

11) C. Sainz Jr - Renault
12) K. Magnussen - Haas
13) P. Gasly - Toro Rosso
14) B. Hartley - Toro Rosso
15) M. Verstappen - Red Bull

16) F. Alonso - McLaren
17) S. Sitotkin - Williams
18) L. Stroll - Williams
19) M. Ericsson - Sauber
20) S. Vandoorne - McLaren



Hamilton na frente no Texas

Dias ao Volante
Publicado por em F-1 ·

A vida está mesmo muito mansa para Lewis Hamilton. Nesta sexta-feira, o provável campeão por antecipação do Mundial de Fórmula-1 – se ele vencer e Sebastian Vettel for o terceiro no domingo, por exemplo – dominou as duas sessões com extrema facilidade, sempre com a pista do Circuito das Américas molhada. À tarde no Texas, a chuva apertou e poucos pilotos foram para a pista. Quem entrou deu poucas voltas, para não se arriscar muito. Na segunda sessão, o tetracampeão inglês ficou no abrigo dos boxes até quase o final do treino, brincando descontraidamente com os integrantes da equipe Mercedes.
A previsão da meteorologia – que é encarada com muita seriedade nos EUA, ainda mais na região do Estado do Texas, no Golfo do México, zona propícia para furacões – aponta que existe grande possibilidade de a classificação neste sábado ser disputada com chuva. Para o domingo, no entanto, a corrida deve ter a realizada com pista seca.

Primeiro treino livre, quando estava menos molhado:
1. Hamilton, Mercedes, 1:47:502
2. Bottas, Mercedes, a 1:304
3. Verstappen, Red Bull, a 1:345
4. Ricciardo, Red Bull, a 1:824
5. Vettel, Ferrari, a 1:987
6. Raikkonen, Ferrari, a 2:426
7. Sainz Jr., Renault, a 3:163
8. Grosjean, Haas, a 3:319
9. Leclerc, Sauber, a 3:249
10.Eicsson, Sauber, a 3,514
11.Alonso, McLaren, a 3:534
12.Norris, McLaren, a 3,730
13.Gasly, Toro Rosso, a 3:732
14.Perez, Force India, a 3:957
15.Sirotkin, Williams, a 4:087
16.Magnussen, Haas, a 4:112
17.Ocon, Force India, a 4:153
18.Hulkenberg, Renault, a 4:215
19.Stroll, Williams, a 4:394
20.Gelael, Toro Rosso, a 5:123



O Bolão depois de Suzuka

Dias ao Volante
Publicado por em F-1 ·

Pelas barbas do Profeta! Ao lado do Hamilton, o Francisco e o Ismael venceram no Japão e o Ismael destronou o Gabriel da liderança do nosso Bolão. Mas, se o Hamilton já botou as duas mãos na taça da temporada, faltando só guardá-la no armário, a coisa aqui tá completamente aberta. Serão quatro provas de arrepiar!

Parâmetros utilizados no Japão:
Pole: HAMILTON
Vencedor: HAMILTON
Segundo colocado da prova: BOTTAS
Terceiro colocado da prova: VERSTAPPEN
Quarto colocado da prova: RICCIARDO
Quinto colocado da prova: RAIKKONEN
Último colocado da prova (segundo a cronometragem oficial da FIA): MAGNUSSEN
Desafio: Suzuka é um autódromo da Honda. Então, simples: em qual posição termina o piloto mais bem classificado da Toro Rosso/Honda na corrida? 11

JAPÃO:
1) Ismael Reichert - 65 pontos
1) Francisco Cavalin - 65 pontos
3) Luiz Herrera - 55 pontos
3) Guilherme Vieira - 55 pontos
5) Gabriel Dias - 45 pontos
6) Marcelo Vieira - 35 pontos
6) Mário Gayer do Amaral (Professor) - 35 pontos
8) Daniel Dias - 30 pontos
8) Natanael Felipe Rhoden - 30 pontos
10) Mauro - 25 pontos
11) Maurício Dias - 10 pontos
12) André Borges - 0 ponto
12) Luis Mauro Gonçalves Rosa - 0 ponto
12) Pedro Henrique - 0 ponto
12) Daniel Cardoso - 0 ponto
12) Matteus Saldanha - 0 ponto
12) Tiago Reimann - 0 ponto
12) Romário Braga - 0 ponto
12) Eduardo Saraiva - 0 ponto
12) Daniel Jacques - 0 ponto

TOTAL:
1) Ismael Reichert - 645 pontos
2) Gabriel Dias - 630 pontos
3) Marcelo Vieira - 580 pontos
4) Natanael Felipe Rhoden - 575 pontos
5) Maurício Dias - 515 pontos
6) Mauro - 485 pontos
7) Daniel Dias - 450 pontos
8) Luiz Herrera - 425 pontos
9) Daniel Cardoso - 410 pontos
10) Francisco Cavalin - 405 pontos
11) Guilherme Vieira - 350 pontos
12) Luis Mauro Gonçalves Rosa - 345 pontos
13) Mário Gayer do Amaral (Professor) - 335 pontos
14) Marcelo Pereira - 310 pontos
15) Matteus Saldanha - 250 pontos
16) Tiago Reimann - 235 pontos
17) André Borges - 215 pontos
18) Eduardo Saraiva - 175 pontos
19) Pedro Henrique - 125 pontos
20) Romário Braga - 45 pontos
21) Daniel Jacques - 25 pontos



Quem vence nos EUA?

Dias ao Volante
Publicado por em F-1 ·

Vamos então para a décima oitava etapa do ano? Faltando quatro corridas para o final do campeonato, Lewis Hamilton já pode ser campeão nos EUA, bastando para isso se ele vencer a prova e se Sebastian Vettel chegar no máximo em terceiro, algo bem possível. Outras combinações são: Hamilton em segundo e Vettel em sexto, Hamilton em terceiro e Vettel em sétimo, Hamilton em quarto e Vettel em nono, Hamilton em quinto e Vettel em décimo ou Hamilton em sexto e Vettel fora da zona de pontuação.
As apostas devem ser colocadas nos comentários deste post (clicando em "Ler tudo" no fim do post) ou serem enviadas para o meu e-mail (danieldias10259@gmail.com) ou (diasaovolante@diasaovolante.com) até cinco minutos antes do início do treino de classificação no sábado. Boa sorte!

Regulamento e itens para o Circuito das Américas:
Pole: sobrenome do piloto
Vencedor: sobrenome do piloto
Segundo colocado da prova: sobrenome do piloto
Terceiro colocado da prova: sobrenome do piloto
Quarto colocado da prova: sobrenome do piloto
Quinto colocado da prova: sobrenome do piloto
Último colocado da prova (segundo a cronometragem oficial da FIA): sobrenome do piloto
Desafio: de seis provas no Circuito das Américas, Hamilton venceu cinco, a outra foi ganha por Vettel, em 2013. A pergunta é simples: Hamilton será campeão neste domingo? Sim ou não.

Para acompanhar ao vivo todos os lances nos EUA:
Sexta-feira: 13h, primeiro treino livre, 17h, segundo treino livre, ambos pelo SporTV.
Sábado: 15h, terceiro treino livre, 18h, classificação, ambos  pelo SporTV.
Domingo: 15h10min, corrida, pelo SporTV.



Hamilton vence no Japão

Dias ao Volante
Publicado por em F-1 ·



Lewis Hamilton foi mais uma vez perfeito e venceu neste domingo o GP do Japão, décima sétima etapa do Mundial de Fórmula-1. Se o inglês da Mercedes vencer o GP dos EUA, próxima prova do ano, conquistará o pentacampeonato de forma antecipada, se igualando a Juan Manuel Fangio. Para chegar a Michael Schumacher, faltarão dois títulos e 20 vitórias. Como um piloto precisa em média de pelo menos 10 vitórias por temporada para ganhar um campeonato, Hamilton chegará aos números de Schumacher nos próximos dois anos, se a Mercedes - e ele próprio - continuar dominando a F-1.
A corrida em Suzuka ficou definida no treino de sábado, no qual Hamilton conquistou a pole position com facilidade, ajudado também por um erro da Ferrari, que escolheu a tática errada em função dos pneus para a hora decisiva da classificação.
Sebastian Vettel largou em oitavo e pulou rapidamente para quinto. Neste momento, Max Verstappen errou na chicane e bateu na Ferrari de Kimi Raikkonen. Com isso, Vettel superou o companheiro e Verstappen recebeu uma punição de 5 segundos.
Graças a uma estupidez de Kevin Magnussen, que deu uma fechada criminosa em Charles Leclerc em plena reta dos boxes, o safety car entrou para a pista ser limpada em função dos destroços do carro de Magnussen. Na volta da prova, Vettel partiu para cima de Verstappen e tentou a ultrapassagem na tomada da curva Spoon. O holandês da Red Bull não deixou e Vettel bateu na lateral da Red Bull, rodando e saindo da pista, enquanto o holandês ia embora.
Por um lado, foi um claro erro de Vettel. Por outro, o piloto da Ferrari tinha mesmo de tentar superar Verstappen para manter as esperanças de buscar as Mercedes. O tetracampeão da Ferrari foi então para o fim do pelotão, e tratou de remar tudo de novo para chegar ao pelotão da frente, coisa que conseguiu na abertura do terço final da prova, ficando em torno de 30 segundo longe de Raikkonen, o quinto colocado, atrás do vencedor Hamilton, Valtteri Bottas, Verstappen e Daniel Ricciardo, que largou em décimo quinto e fez uma corrida espetacular.
A prova para o Brasil veio via Globo com o comando de Sérgio Maurício, do SporTV. Infelizmente para o telespectador e especialmente para quem está acostumado com a seriedade da F-1, o narrador trouxe algumas gracinhas típicas do canal pago. Na parte final da prova, o sujeito resolveu abrir votação para o Melhor Piloto na corrida, o chamado, por ele, de "Pé de Brake" e a nota para o GP do Japão. Coisas idiotas!
O que poderia determinar uma nota para a prova? Não existem parâmetros para isso. Ou a corrida é boa ou não. O GP do Japão esteve no limite da chatice, mas teve algumas boas ultrapassagens e uma atuação magnífica e perfeita de Hamilton. Portanto, só por isso, a corrida não poderia ser qualificada de chata. Muito pelo contrário. No entanto, receber uma nota de 1 a 10? Nos poupem!
O Melhor Piloto não ter sido dado a Hamilton é outra estupidez. Ninguém mais poderia ter recebido esse prêmio se não o inglês. O Vettel ter recebido votos de "Pé de Brake" da prova é outra insensatez. Alguém estava na pele do piloto alemão, que via naquele momento o título cada vez mais distante? Se alguém estivesse na sua pele, não tentaria também ultrapassar o Verstappen de qualquer jeito? Felizmente, a transmissão tinha alguém do tamanho de Reginaldo Leme, que escolheu, sem pestanejar e com serenidade, o idiota "Pé de Brake" para Bottas, que tinha um carro igual ao de Hamilton e quase perdeu a segunda posição para Verstappen.

Resultado final no Japão:
1) L. Hamilton - Mercedes - 1h27min17s062
2) V. Bottas - Mercedes - a 12s919
3) M. Verstappen - Red Bull - a 14s295

4) D. Ricciardo - Red Bull - a 19s495
5) K. Raikkonen - Ferrari - a 50s998
6) S. Vettel - Ferrari - a 1min09s873
7) S. Perez - Force India - a 1min19s379
8) R. Grosjean - Haas - a 1min27s198
9) E. Ocon - Force India - a 1min28s055
10) C. Sainz Jr - Renault - a uma volta

11) P. Gasly - Toro Rosso - a uma volta
12) M. Ericsson - Sauber - a uma volta
13) B. Hartley - Toro Rosso - a uma volta
14) F. Alonso - McLaren - a uma volta
15) S. Vandoorne - McLaren - a uma volta
16) S. Sirotkin - Williams - a uma volta
17)L. Stroll - Williams - a uma volta

18) C. Leclerc - Sauber - não completou
19) N. Hulkenberg - Renault - não completou
20) K. Magnussen - Haas - não completou

Melhor volta - S. Vettel - Ferrari - 1min32s318

Classificação de pilotos:
1) L. Hamilton - Mercedes - 331 pontos
2) S. Vettel - Ferrari - 264 pontos
3) V. Bottas - Mercedes - 207 pontos
4) K. Raikkonen - Ferrari - 196 pontos
5) M. Verstappen - Red Bull - 173 pontos
6) D. Ricciardo - Red Bull - 146 pontos
7) S. Perez - Force India - 53 pontos
8) K. Magnussen - Haas - 53 pontos
9) N. Hulkenberg - Renault - 53 pontos
10) F. Alonso - McLaren - 50 pontos
11) E. Ocon - Force India - 49 pontos
12) C. Sainz Jr - Renault - 39 pontos
13) R. Grosjean - Haas - 31 pontos
14) P. Gasly - Toro Rosso - 28 pontos
15) C. Leclerc - Sauber - 21 pontos
16) S. Vandoorne - McLaren - 8 pontos
17) L. Stroll - Williams - 6 pontos
18) M. Ericsson - Sauber - 6 pontos
19) B. Hartley - Toro Rosso - 2 pontos
20) S. Sirotkin - Williams - 1 ponto

Classificação de Construtores:
1) Mercedes - 538 pontos
2) Ferrari - 460 pontos
3) Red Bull - 319 pontos
4) Force India - 102 pontos
5) Renault - 92 pontos
6) Haas - 84 pontos
7) McLaren - 58 pontos
8) Toro Rosso - 30 pontos
9) Sauber - 27 pontos
10) Williams - 7 pontos



Voltar para o conteúdo | Voltar para o Menu principal