Blog da Fórmula-1 de Daniel Dias - Dias ao Volante

Ir para o conteúdo

Menu principal:

Leclerc na frente do treino livre 3 do GP de Mônaco

Dias ao Volante
Publicado por em F-1 ·

1) C. Leclerc - Ferrari - 1min11s265
2) V. Bottas - Mercedes - a 0s053
3) L. Hamilton - Mercedes - a 0s213
4) M. Verstappen - Red Bull - a 0s274
5) P. Gasly - Red Bull - a 0s473
6) A. Giovinazzi - Alfa Romeo - a 0s905
7) D. Kvyat - Toro Rosso - a 0s929
8) K. Magnussen - Haas - a 1s005
9) K. Raikkonen - Alfa Romeo - a 1s043
10) A. Albon - Toro Rosso - a 1s073
11) N. Hulkenberg - Renault - a 1s224
12) D. Ricciardo - Renault - a 1s254
13) R. Grosjean - Haas - a 1s301
14) S. Vettel - Ferrari - a 1s318
15) C. Sainz Jr - McLaren - a 1s597
16) L. Norris - McLaren - a 1s649
17) S. Perez - Racing Point - a 1s967
18) L. Stroll - Racing Point - a 2s357
19) R. Kubica - Williams - a 2s821
20) G. Russell - Williams - a 3s040



Hamilton arrasa em Mônaco

Dias ao Volante
Publicado por em F-1 ·

Pelo menos no primeiro dia de treinos livres em Monte Carlo, nesta quinta-feira, porque tudo é diferente no Principado, a Mercedes simplesmente destruiu a concorrência, com Lewis Hamilton colocando mais de 7 décimos de segundo na Ferrari de Sebastian Vettel. O piloto da casa, Charles Leclerc, foi apenas o décimo colocado do dia. O outro piloto da Mercedes, Valtteri Bottas, fez praticamente o mesmo tempo do companheiro. Tudo pode mudar no sábado, dia do terceiro treino livre e da classificação, mas se a Ferrari pode reagir, a Mercedes tende a ficar ainda mais forte.
Depois de cinco etapas, Hamilton lidera o Mundial de Fórmula-1 com sete pontos de vantagem sobre Bottas, com três vitórias e uma volta mais rápida ante duas de Bottas e uma volta mais rápida do finlandês. A diferença dos dois é, portanto, a pontuação do primeiro para o segundo colocado em corrida.
O terceiro treino livre em Monte Carlo está previsto para as 7h (nosso horário) de sábado, enquanto a classificação se inicia às 10h. A corrida, no domingo terá largada às 10h10min, com transmissão ao vivo pela Globo.

Segundo treino livre de quinta:
1.   Hamilton, Mercedes, 1:11:118
2.   Bottas, Mercedes, a 0:081
3.   Vettel, Ferrari, a 0:763
4.   Gasly, Red Bull, a 0:820
5.   Albon, Toro Rosso, a 0:913
6.   Verstappen, Red Bull, a 0:934
7.   Magnussen, Haas, a 1:056
8.   Giovinazzi, Alfa Romeo, a 1:121
9.   Raikkonen, Alfa Romeo, a 1:224
10. Leclerc, Ferrari, a 1:232
11. Grosjean, Haas, a 1:274
12. Norris, McLaren, a 1:275
13. Sainz Jr., McLaren, a 1:301
14. Kvyat, Toro Rosso, a 1:459
15. Perez, Racing Point, a 1:634
16. Hulkenberg, Renault, a 1:754
17. Ricciardo, Renault, a 1:770
18. Stroll, Racing Point, a 3:440
19. Russell, Williams, a 3:934
20. Kubica, Williams, a 4:028



Lauda, morre o homem, fica a lenda

Dias ao Volante
Publicado por em F-1 ·

O austríaco Niki Lauda morreu nesta segunda-feira aos 70 anos em decorrência dos problemas com um de seus pulmões - atingido no fatídico acidente durante o GP da Alemanha de 1976, no Inferno Verde de Nürburgring, no qual inalou muita fumaça depois que sua Ferrari pegou fogo. Diretor não executivo da equipe Mercedes da Fórmula-1, Lauda teve de se afastar no final da temporada do ano passado para passar por um transplante de pulmão. Por ordens médicas, o tricampeão (1975, 1977 e 1984) jamais voltaria a seu posto na equipe alemã. Quem quiser conhecer melhor o gênio das pistas, vá lá e veja o filme Rush, com o incrível duelo entre ele e o inglês James Hunt em 1976. O próprio Lauda disse que a caracterização do ator espanhol Daniel Brühl, que interpretou o austríaco no filme, estava perfeita. Eu também acho!
Costumo dizer sempre que não gosto de eleger determinado piloto como o maior de todos os tempos, embora ache esse título seja de Ayrton Senna. O mais justo seria ser eleito o maior piloto de sua época. E Lauda foi o maior de seu tempo. Felizmente, pude acompanhar a carreira desse gênio das pistas de ponta a ponta, incluindo seu período sabático quando se afastou da F-1 para erguer sua companhia aérea, a Lauda Air. Com a morte de Lauda, o seleto grupo de tricampeões tem agora vivos apenas Nelson Piquet e o escocês Jackie Stewart.
Vá em paz, campeão! Vá se juntar a Senna e a outros tantos campeões. E obrigado por tudo que você nos passou.



Quem vence em Mônaco?

Dias ao Volante
Publicado por em Bolão 2019 F1 ·

E aí, amantes dos autinhos! Vamos então para a sexta etapa do Mundial e do nosso Bolão. E agora a coisa é especial porque é em Mônaco, que, apesar dos muitos narizes torcidos pela F-1 correr naquelas ruas apertadas, a prova é o maior barato da categoria máxima do automobilismo. Prestem atenção também que o primeiro dia de treinos livres será na quinta-feira.
As apostas devem ser colocadas nos comentários deste post (clicando em "Ler tudo" no fim do post) ou serem enviadas para o meu e-mail (danieldias10259@gmail.com) ou (diasaovolante@diasaovolante.com) até cinco minutos antes do início do treino de classificação no sábado. Boa sorte!

Regulamento e itens para Monte Carlo:
Pole: sobrenome do piloto - 5 pontos
Vencedor: sobrenome do piloto - 25 pontos
Segundo: sobrenome do piloto – 20 pontos
Terceiro: sobrenome do piloto – 15 pontos
Quarto: sobrenome do piloto – 10 pontos
Quinto: sobrenome do piloto – 5 pontos
Melhor volta da corrida: sobrenome do piloto: 5 pontos
Último colocado na corrida, entre os pilotos que completarem a prova: sobrenome do piloto -  15 pontos
Desafio (proposto a cada prova): este desafio só poderia envolver o Charles Leclerc, porque será a primeira vez que um monegasco tem a chance de vencer o GP de Mônaco. Então, quero saber em qual posição o Leclerc termina na corrida do próximo domingo. 5 pontos
Melhor piloto da prova, segundo internautas e telespectadores e publicado no final da transmissão da TV: 15 pontos
Gabaritar os cinco primeiros colocados da prova: 15 pontos
Acertar os cinco primeiros da prova fora de ordem: 5 pontos

Para acompanhar ao vivo todos os lances em Mônaco:
Quinta-feira: 6h, primeiro treino livre, 10h, segundo treino, ambos pelo SporTV.
Sábado: 7h, terceiro treino livre, 10h, classificação, ambos pelo SporTV.
Domingo: 10h10min, corrida, pela Globo.



Alonso bate forte em Indianápolis

Dias ao Volante
Publicado por em Indy ·

Nosso Fernando Alonso bateu forte com sua McLaren na curva 2 do famoso traçado oval de Indianápolis. O piloto espanhol, que nada sofreu na batida, inclusive saiu do carro sozinho e foi caminhando para os boxes, está se preparando para as 500 Milhas, previstas para o dia 26 de maio, e sua última parte para completar a Tríplice Coroa (vencer o GP de Mônaco, as 24 Horas de Le Mans e as 500 Milhas de Indianápolis. No primeiro dia de treinos livres no Indianapolis Motor Speedway, Alonso não teve um bom desempenho, terminando na trigésima segunda posição, de um grid de 33 carros.
Clique aqui e confira o vídeo postado pela NTT IndyCar Series.



Vencedores e perdedores na Espanha

Dias ao Volante
Publicado por em F-1 ·

Vamos de novo, o site oficial da Fórmula-1 alinhavou os vencedores e os perdedores do GP da Espanha, vencido com brilhantismo por Lewis Hamilton. Vê se você concorda. De tudo, considero os maiores vencedores em Barcelona o Hamilton e o Max Verstappen e os maiores perdedores a Ferrari e o Lance Stroll. Com tanta concorrência por vagas na F-1, não sei o que ainda estão fazendo no circo pilotos como o Stroll, o Magnussen, o Kvyat e o Kubica.

Vencedor: Lewis Hamilton
Perdedores: Ferrari

Vencedores: Mercedes
Perdedora: Toro Rosso

Vencedor: Max Verstappen
Perdedora: Renault

Vencedora: Haas
Perdedora: Alfa Romeo

Vencedor: Carlos Sainz Jr.
Perdedora: Racing Point



O Bolão depois da Espanha

Dias ao Volante
Publicado por em Bolão 2019 F1 ·

Ao lado do Lewis Hamilton, o Eduardo Saraiva foi o grande vencedor na Espanha, com uma brilhante atuação de mais de cem pontos, como a do pentacampeão na pista. Meu Xará Cardoso e o Maurício fecharam o pódio em Montmeló. No campeonato, mantiveram as três primeiras posições o Ismael, o Francisco e o nosso Professor. Tá bonita essa briga!
Na foto aí em cima, os pilotos da Mercedes levantam no pódio da Espanha o Dieter Zetsche, presidente do Conselho de Administração da Daimler, a dona da Mercedes. Bah, esse bigodudo é o maior “pavão” do planeta. Ele não pode ver uma câmera de fotografia ou de TV que logo vai posando. Figuraça!

Parâmetros utilizados para o GP da Espanha:
Pole: BOTTAS
Vencedor: HAMILTON
Segundo: BOTTAS
Terceiro: VERSTAPPEN
Quarto: VETTEL
Quinto: LECLERC
Melhor volta da corrida: HAMILTON
Último colocado na corrida, entre os pilotos que completarem a prova: KUBICA
Desafio (proposto a cada prova): com 12 conquistas, a primeira em 1954, a Ferrari é a maior vencedora do GP da Espanha. Então, quero saber em qual posição termina na corrida de domingo o mais bem classificado dos dois pilotos da equipe italiana. Não precisa especificar qual dos dois pilotos obterá esse lugar. QUARTA
Melhor piloto da prova, segundo internautas e telespectadores e publicado no final da transmissão da TV: HAMILTON

Espanha:
1) Eduardo Saraiva - 105 pontos
2) Daniel Cardoso - 90 pontos
2) Maurício Dias - 90 pontos
4) Marcelo Vieira - 85 pontos
4) Natanael Felipe Rhoden - 85 pontos
4) Gabriel Dias - 85 pontos
4) Mário Gayer do Amaral (Professor) - 85 pontos
8) Francisco Cavalin - 80 pontos
8) Daniel Dias - 80 pontos
10) Ismael Reichert - 70 pontos
11) Pedro Henrique - 65 pontos
12) Tiago Reimann - 60 pontos
13) Luiz Herrera - 45 pontos
14) Mauro - 10 pontos
15) André Borges - 0 ponto
15) Luis Mauro Gonçalves Rosa - 0 ponto
15) Marcelo Pereira - 0 ponto

Total:
1) Ismael Reichert - 305 pontos
2) Francisco Cavalin - 295 pontos
3) Mário Gayer do Amaral (Professor) - 285 pontos
4) Marcelo Vieira - 275 pontos
5) Eduardo Saraiva - 265 pontos
6) Maurício Dias - 250 pontos
7) Natanael Felipe Rhoden - 210 pontos
7) Gabriel Dias - 210 pontos
9) Daniel Dias - 180 pontos
10) Daniel Cardoso - 175 pontos
11) Pedro Henrique - 155 pontos
12) Tiago Reimann - 140 pontos
13) Marcelo Pereira - 120 pontos
13) André Borges - 120 pontos
15) Luiz Herrera - 95 pontos
16) Luis Mauro Gonçalves Rosa - 45 pontos
16) Mauro - 45 pontos



Hamilton vence na Espanha

Dias ao Volante
Publicado por em F-1 ·

O pentacampeão Lewis Hamilton tratou de botar ordem na casa e engoliu o companheiro Valtteri Bottas na largada do GP da Espanha neste domingo, Dia das Mães. Com isso, o inglês voltou à liderança do Mundial de Fórmula-1, em um circuito que não privilegia a ultrapassagem. Montmeló, em Barcelona, é meramente uma pista de testes, e há muito tempo deveria estar fora do calendário de corridas da F-1. Max Verstappen superou Sebastian Vettel na largada e se manteve na terceira posição.
As Ferrari ficaram trocando de posição conforme o desenrolar da prova, primeiro, demorando para ordenar Vettel dar passagem para Charles Leclerc, depois, o contrário. Graças a isso, a equipe italiana ficou fora do pódio na Espanha. A verdade do GP da Espanha é essa: a Ferrari foi a grande derrotada neste domingo, pois a equipe tinha comandado a pré-temporada realizada nesse circuito e agora vê que a Mercedes está quilômetros à frente.
A Mercedes fez a quinta dobradinha seguida no início da temporada, um recorde na F-1. Ah, e faltam 15 vitórias para Hamilton chegar ao recorde de Michael Schumacher.

Resultado final do GP da Espanha:
1) L. Hamilton - Mercedes - 1h35min50s443
2) V. Bottas - Mercedes - a 4s074
3) M. Verstappen - Red Bull - a 7s679

4) S. Vettel - Ferrari - a 9s167
5) C. Leclerc - Ferrari - a 13s361
6) P. Gasly - Red Bull - a 19s576
7) K. Magnussen - Haas - a 28s159
8) C. Sainz Jr - McLaren - a 32s342
9) D. Kvyat - Toro Rosso - a 33s056
10) R. Grosjean - Haas - a 34s641

11) A. Albon - Toro Rosso - a 35s445
12) D. Ricciardo - Renault - a 36s758
13) N. Hulkenberg - Renault - a 39s241
14) K. Raikkonen - Alfa Romeo - a 41s803
15) S. Perez - Racing Point - a 46s877
16) A. Giovinazzi - Alfa Romeo - a 47s691
17) G. Russell - Williams - a uma volta
18) R. Kubbica - Williams - a uma volta

19) L. Stroll - Racing Point - não completou
20) L. Norris - McLaren - não completou

Volta mais rápida - L. Hamilton - Mercedes - 1min18s492
Piloto do dia - L. Hamilton - Mercedes

Mundial de Pilotos 2019:
1) L. Hamilton - Mercedes - 112 pontos
2) V. Bottas - Mercedes - 105 pontos
3) M. Verstappen - Red Bull - 66 pontos
4) S. Vettel - Ferrari - 64 pontos
5) C. Leclerc - Ferrari - 57 pontos
6) P. Gasly - Red Bull - 21 pontos
7) K. Magnussen - Haas - 14 pontos
8) S. Perez - Racing Point - 13 pontos
9) K. Raikkonen - Alfa Romeo - 13 pontos
10) L. Norris - McLaren - 12 pontos
11) C. Sainz Jr - McLaren - 10 pontos
12) D. Ricciardo - Renault - 6 pontos
13) N. Hulkenberg - Renault - 6 pontos
14) L. Stroll - Racing Point - 4 pontos
15) A. Albon - Toro Rosso - 3 pontos
16) D. Kvyat - Toro Rosso - 3 pontos
17) R. Grosjean - Haas - 1 ponto
18) A. Giovinazzi - Alfa Romeo - 0 ponto
19) G. Russell - Williams - 0 ponto
20) R. Kubica - Williams - 0 ponto

Mundial de Construtores 2019:
1) Mercedes - 217 pontos
2) Ferrari - 121 pontos
3) Red Bull - 87 pontos
4) McLaren - 22 pontos
5) Racing Point - 17 pontos
6) Haas - 15 pontos
7) Alfa Romeo - 13 pontos
8) Renault - 12 pontos
9) Toro Rosso - 6 pontos
10) Williams - 0 ponto



Bottas é pole na Espanha

Dias ao Volante
Publicado por em F-1 ·

Valtteri Bottas foi simplesmente espetacular na classificação em Montmeló e conquistou a pole position do GP da Espanha, quinta etapa da temporada na qual o finlandês lidera, com um ponto de vantagem sobre o companheiro Lewis Hamilton. A volta de Bottas no treino oficial foi impressionante, botando mais de meio segundo em Hamilton. Se analisando os tempos de Bottas no Q3, se nota que a volta mais rápida do finlandês não foi um acaso. Na segunda tentativa, ele conseguiu um tempo um pouco acima, que lhe daria a segunda posição no grid de largada.
Na prova em que a Ferrari contava para sua recuperação no campeonato, já que foi a mais rápida na pré-temporada realizada no mesmo circuito, mais uma decepção. Para Vettel, o carro não está suficientemente rápido no terceiro setor da pista. Já Hamilton se resignou com o segundo lugar no grid lembrando que não acertou nenhuma das duas voltas rápidas no Q3. Sem dúvidas, uma surpresa, pois o pentacampeão costuma ser preciso nesses momentos.

Resultado da classificação do GP da Espanha:
1) V. Bottas - Mercedes - 1min15s406
2) L. Hamilton - Mercedes - 1min16s040
3) S. Vettel - Ferrari - 1min16s272
4) M. Verstappen - Red Bull - 1min16s357
5) C. Leclerc - Ferrari - 1min16s588
6) P. Gasly - Red Bull - 1min16s708
7) R. Grosjean - Haas - 1min16s911
8) K. Magnussen - Haas - 1min16s922
9) D. Kvyat - Torro Rosso - 1min17s573
10) D. Ricciardo - Renault - 1min18s106 - perderá 3 posições

11) L. Norris - McLaren
12) A. Albon - Toro Rosso
13) C. Sainz Jr - McLaren
14) K. Raikkonen - Alfa Romeo
15) S. Perez - Racing Point

16) N. Hulkenberg - Renault
17) L. Stroll - Racing Point
18) A. Giovinazzi - Alfa Romeo
19) G. Russel - Williams - perderá 5 posições
20) R. Kubica - Williams



Hamilton acerta, Bottas erra

Dias ao Volante
Publicado por em F-1 ·

Lewis Hamilton, da Mercedes, demonstra estar no caminho certo e chega perto do recorde da pista (que pertence a ele, 1min16s2173) neste terceiro treino livre do GP da Espanha, No entanto, seu companheiro de equipe, Valtteri Bottas, roda no início dos trabalhos e atola o carro de número 77 e perde boa parte do treino.
A classificação está aberta, mas o pentacampeão inglês abre como favorito a pole após abrir meio segundo dos concorrentes.

Resultado do terceiro treino livre:

1) L. Hamilton - Mercedes - 1min16s568
2) C. Leclerc - Ferrari - a 0s531
3) V. Bottas - Mercedes - a 0s555
4) S. Vettel - Ferrari - a 0s604
5) R. Grosjean - Haas - a 0s624
6) K. Magnussen - Haas - a 0s962
7) M. Verstappen - Red Bull - a 0s990
8) A. Albon - Toro Rosso - a 1s296
9) K. Raikkonen - Alfa Romeo - a 1s401
10) C. Sainz Jr - McLaren - a 1s435
11) D. Kvyat - Toro Rosso - a 1s537
12) N. Hulkenberg - Renault - a 1s782
13) S. Perez - Racing Point - a 2s088
14) P. Gasly - Red Bull - a 2s125
15) L. Stroll - Racing Point - a 2s166
16) A. Giovinazzi - Alfa Romeo - a 2s172
17) D. Ricciardo - Renault - a 2s406
18) L. Norris - McLaren - a 2s439
19) G. Russel - Williams - a 2s853
20) R. Kubica - Williams - a 4s002



Voltar para o conteúdo | Voltar para o Menu principal