Blog da Fórmula-1 de Daniel Dias - Dias ao Volante

Ir para o conteúdo

Menu principal:

Hamilton vence no Catar

Dias ao Volante
Publicado por em F-1 ·




Com uma corrida segura e “marcando” sempre as paradas de box de Max Verstappen, Lewis Hamilton venceu neste domingo o GP do Catar de ponta a ponta, diminuindo sua desvantagem no Mundial de Fórmula-1 para oito pontos ante o piloto da Red Bull. O primeiro GP no circuito de Losail foi monótono principalmente em comparação à eletrizante corrida de Interlagos, disputada na semana passada. Foi a centésima segunda vitória de Hamilton, que agora partirá à caça de seu oitavo título nas duas provas finais do campeonato, na Arábia Saudita, dia 5 de dezembro, e em Abu Dhabi, no domingo seguinte.
Verstappen e Valtteri Bottas foram punidos no treino de classificação de sábado, caindo para a sétima e a sexta posições no grid, respectivamente. Os comissários de pista consideraram que os dois pilotos não respeitaram a bandeira amarela no finalzinho do Q3. Na corrida, cada um partiu em direção contrária. Enquanto Verstappen completou a primeira volta já em quarto, Bottas caiu para décimo primeiro. E o dia seria ainda pior para o segundo piloto da Mercedes, que teve de desistir da prova com problemas mecânicos.
O grande nome da primeira corrida no Catar foi Fernando Alonso. O bicampeão fez uma prova muito consistente e terminou subindo ao pódio, em terceiro. Com 40 anos de idade, Alonso se tornou o piloto mais velho a ganhar uma posição no pódio na F-1.
A disputa pelo título da temporada deve ser dramática nas duas provas finais. No entanto, Verstappen tem a chance de ser campeão já no GP da Arábia Saudita. Para isso, na conta mais simples, bastaria o holandês vencer no circuito de Gidá e o inglês chegar no máximo em sétimo.

Resultado da Corrida:
1) L. Hamilton - Mercedes - 1h24min28s471
2) M. Verstappen - Red Bull - a 25s743
3) F. Alonso - Alpine - a 59s457

4) S. Perez - Red Bull - a 1min02s306
5) E. Ocon - Alpine - a 1min20s570
6) L. Stroll - Aston Martin - a 1min21s274
7) C. Sainz Jr - Ferrari - a 1min21s911
8) C. Leclerc - Ferrari - a 1min23s126
9) L. Norris - McLaren - a uma volta
10) S. Vettel - Aston Martin - a uma volta

11) P. Gasly - Alpha Tauri - a uma volta
12) D. Ricciardo - McLaren - a uma volta
13) Y. Tsunoda - Alpha Tauri - a uma volta
14) K. Raikkonen - Alfa Romeo - a uma volta
15) A. Giovinazzi - Alfa Romeo - a uma volta

16) M. Schumacher - Haas - a uma volta
17) G. Russell - Williams - a duas voltas
18) N. Mazepin - Haas - a duas voltas

19) N. Latifi - Williams - não completou
20) V. Bottas - Mercedes - não completou

Volta mais rápida - M. Verstappen - Red Bull - 1min23s196

Mundial de Pilotos 2021:
1) M. Verstappen - Red Bull - 351,5 pontos
2) L. Hamilton - Mercedes - 343,5 pontos
3) V. Bottas - Mercedes - 203 pontos
4) S. Perez - Red Bull - 190 pontos
5) L. Norris - McLaren - 153 pontos
6) C. Leclerc - Ferrari - 152 pontos
7) C. Sainz Jr - Ferrari - 145,5 pontos
8) D. Ricciardo - McLaren - 105 pontos
9) P. Gasly - Alpha Tauri - 92 pontos
10) F. Alonso - Alpine - 77 pontos
11) E. Ocon - Alpine - 60 pontos
12) S. Vettel - Aston Martin - 43 pontos
13) L. Stroll - Aston Martin - 34 pontos
14) Y. Tsunoda - Alpha Tauri - 20 pontos
15) G. Russell - Williams - 16 pontos
16) K. Raikkonen - Alfa Romeo - 10 pontos
17) N. Latifi - Williams - 7 pontos
18) A. Giovinazzi - Alfa Romeo - 1 ponto
19) M. Schumacher - Haas - 0 ponto
20) R. Kubica - Alfa Romeo - 0 ponto
21) N. Mazepin - Haas - 0 ponto

Mundial de Construtores 2021:
1) Mercedes - 546,5 pontos
2) Red Bull - 541,5 pontos
3) Ferrari - 297,5 pontos
4) McLaren - 258 pontos
5) Alpine - 137 pontos
6) Alpha Tauri - 112 pontos
7) Aston Martin - 77 pontos
8) Williams - 23 pontos
9) Alfa Romeo - 11 pontos
10) Haas - 0 ponto



Hamilton brilha na pole no Catar

Dias ao Volante
Publicado por em F-1 ·



Com três provas pela frente, Lewis Hamilton venceu de forma categórica o primeiro round no Catar neste sábado, fazendo a pole position (sua de número 102) com sobras sobre Max Verstappen, líder da temporada da Fórmula-1 com 14 pontos à frente do heptacampeão. Os dois oponentes da briga pelo título da temporada disseram depois do Q3 que as equipes e os pilotos pouco conhecem sobre os segredos da pista de Losail, mas a largada pode ter um detalhe decisivo: o lado direito da reta dos boxes é muito pouco utilizado, ficando com a areia vinda do deserto que cerca o autódromo. Com isso, Verstappen pode ter alguma dificuldade na largada do GP do Catar, previsto para as 11h (horário do Brasil) deste domingo. A prova será mostrada ao vivo pela Band canal aberto.

Resultado da Classificação:
1) L. Hamilton - Mercedes - 1min20s827
2) M. Verstappen - Red Bull - a 0s455
3) V. Bottas - Mercedes - a 0s651
4) P. Gasly - Alpha Tauri - a 0s813
5) F. Alonso - Alpine - a 0s843
6) L. Norris - McLaren - a 0s904
7) C. Sainz Jr - Ferrari - a 1s013
8) Y. Tsunoda - Alpha Tauri - a 1s054
9) E. Ocon - Alpine - a 1s201
10) S. Vettel - Aston Martin - a 1s958

11) S. Perez - Red Bull
12) L. Stroll - Aston Martin
13) C. Leclerc - Ferrari
14) D. Ricciardo - McLaren
15) G. Russel - Williams

16) K. Raikkonen - Alfa Romeo
17) N. Latifi - Williams
18) A. Giovinazzi - Alfa Romeo
19) M. Schumacher - Haas
20) N. Mazepin - Haas



Bottas mais rápido no Catar

Dias ao Volante
Publicado por em F-1 ·


Após a apoteótica atuação de Lewis Hamilton em Interlagos, ainda nesta semana, a Fórmula-1 teve seus primeiros treinos livres no estreante do calendário Losail, no Catar, nesta sexta-feira. E Valtteri Bottas manteve a Mercedes como a mais rápida. No primeiro treino, com luz natural, Max Verstappen tinha sido o mais rápido. Utilizada normalmente pela MotoGP, a pista de Losail foi largamente experimentada pelos pilotos da F-1 nesta sexta, com vários passando dos limites da pista. Por ser estreante na F-1, o circuito de Losail foi colocado pelos comissários como todas as saídas de curva como sendo excesso para os pilotos que ultrapassarem os limites.

Efeito colateral

Jurisprudência. Esse é o primeiro efeito colateral em consequência de a FIA não ter punido Verstappen por ter jogado Hamilton para fora da pista em Interlagos na quadragésima oitava volta do GP do Brasil, apesar de mais uma tentativa da Mercedes já em Losail. Charles Leclerc, da Ferrari, disse nesta sexta que se o Verstappen não fosse punido, “começarei a agir da mesma forma na pista”. Cada um é responsável pelo que faz, Dona FIA!

Segundo treino livre em Losail:
1 Bottas (FIN), Mercedes, 1:23:148
2 Gasly (FRA), AlphaTauri, a 0:209
3 Verstappen (HOL), Red Bull, a 0:350
4 Hamilton (ING), Mercedes, a 0:422
5 Norris (ING), McLaren, a 0:484
6 Stroll (CAN), Aston Martin, a 0:557
7 Tsunoda (JAP), AlphaTauri, a 0:587
8 Perez (MEX), Red Bull, a 0:639
9 Vettel (ALE), Aston Martin, a 0:872
10 Sainz Jr. (ESP), Ferrari, a 0:885
11 Ocon (FRA), Alpine, a 0:893
12 Alonso (ESP), Alpine, a 0:908
13 Leclerc (MON), Ferrari, 0:947
14 Ricciardo (AUS), McLaren, a 0:987
15 Raikkonen (FIN), Alfa Romeo, a 1:483
16 Russell (ING), Williams, a 1:806
17 Giovinazzi (ITA), Alfa Romeo, a 1:924
18 Latifi (CAN), Williams, a 2:061
19 Schumacher (ALE), Haas, a 2:427
20 Mazepin (RUS), Haas, sem tempo



O Bolão depois do show no Brasil

Dias ao Volante
Publicado por em Bolão 2021 F1 ·


Meu Xará Cardoso anteviu o show que o Lewis Hamilton daria desde sexta-feira em Interlagos e também desfilou com a bandeira do Brasil ao lado do extra-terrestre Hamilton (como bem disse o narrador Sérgio Maurício). Durante a semana passada, quando saiu a notícia da punição de 5 posições do Hamilton pela troca do motor, recomendei a ele que refizesse suas apostas, pois ele estava colocando o Hamilton na pole, o que não poderia acontecer com a punição. O Xará refez e mandou um recado: “Pra corrida, mantenho o Hamilton como vencedor” Parabéns! Faltando três etapas para o final, o Gabriel abriu mais um pouquinho na liderança. Mas o jogo ainda não terminou, como diria o Hamilton.

Parâmetros utilizados no GP do Brasil:
Vencedor da mini corrida e pole da prova de domingo: Bottas
Segundo colocado da mini corrida: Verstappen
Terceiro colocado da mini corrida: Sainz Jr
Vencedor do GP do Brasil: Hamilton
Segundo: Verstappen
Terceiro: Bottas
Quarto: Perez
Quinto: Leclerc
Último colocado na corrida, entre os pilotos que completarem a prova: Schumacher
Melhor volta da prova: Perez
Desafio: 10 pontos – o Fernando Alonso conquistou seus dois títulos em Interlagos, em 2005 e 2006, pela Renault. Então, quero saber em qual posição o Príncipe das Astúrias chega na corrida de domingo. Nono

Brasil:
1) Daniel Cardoso - 60 pontos
2) Eduardo Saraiva - 55 pontos
3) Maurício Dias - 35 pontos
4) Francisco Cavalin - 30 pontos
5) Mauro - 25 pontos
6) Luiz Herrera - 10 pontos
6) Ismael Reichert - 10 pontos
6) Natanael Felipe Rhoden - 10 pontos
6) Gabriel Dias - 10 pontos
10) Daniel Dias - 0 ponto
10) André Borges - 0 ponto
10) Mário Gayer do Amaral (Professor) - 0 ponto

Total:
1) Gabriel Dias - 930 pontos
2) André Borges - 865 pontos
3) Natanael Felipe Rhoden - 785 pontos
4) Francisco Cavalin - 745 pontos
5) Mário Gayer do Amaral (Professor) - 710 pontos
6) Luiz Herrera - 705 pontos
6) Mauro - 705 pontos
8) Ismael Reichert - 640 pontos
9) Maurício Dias - 540 pontos
10) Daniel Dias - 525 pontos
11) Daniel Cardoso - 515 pontos
12) Pedro Henrique - 420 pontos
13) Eduardo Saraiva - 320 pontos
14) Marcelo Pereira - 165 pontos



Quem vence no Catar?

Dias ao Volante
Publicado por em Bolão 2021 F1 ·


E aí, amantes dos autinhos, vamos para a vigésima etapa do Mundial de Fórmula-1. Pois é, ainda tomando fôlego depois do show de Lewis Hamilton em Interlagos, já temos de encarar o primeiro GP do Catar. E como é estreia, não tem estatísticas para esta pista.
No nosso Bolão, pequenas novidades em comparação ao bem disputado em 2020. A principal é que daremos mais importância ao primeiro lugar da corrida, passando de 25 para 30 pontos, justamente para separar mais do segundo colocado e realçar o “quem vence” do título do post. O desafio a cada prova não será mais somente com o Lewis Hamilton, que buscava o recorde de vitórias em 2020, e conseguiu, e o heptacampeonato (também conseguiu), a Ferrari, que chegava no ano passado ao seu milésimo GP e ao Kimi Raikkonen, que buscava o recorde de participação em corridas do Rubens Barrichello (também superou), mas com todos os pilotos, um em cada GP. As apostas devem ser colocadas nos comentários deste post (clicando em "Ler tudo" no fim do post) ou serem enviadas para o meu e-mail (danieldias10259@gmail.com) ou (diasaovolante@diasaovolante.com) até cinco minutos antes do início do treino de classificação. Boa sorte!  

Itens para o Losail:
Pole: sobrenome do piloto – 5 pontos
Vencedor: sobrenome do piloto - 30 pontos
Segundo: sobrenome do piloto – 20 pontos
Terceiro: sobrenome do piloto – 15 pontos
Quarto: sobrenome do piloto – 10 pontos
Quinto: sobrenome do piloto – 5 pontos
Último colocado na corrida, entre os pilotos que completarem a prova: sobrenome do piloto -  15 pontos
Melhor volta da prova: 5 pontos
Desafio (proposto a cada prova): 10 pontos – Em homenagem à histórica vitória de Hamilton no Brasil, quero saber em qual posição o heptacampeão termina no GP do Catar.
Gabaritar os cinco primeiros colocados da prova: 15 pontos
Acertar os cinco primeiros da prova fora de ordem: 5 pontos

Para acompanhar ao vivo todos os lances do GP do Catar:
Sexta-feira: primeiro treino livre, 8h, segundo treino livre, 11h, ambos pelo BandSports.
Sábado: terceiro treino livre, 7h, pelo BandSports, classificação, 11h, na Band e pelo BandSports.
Domingo: corrida, 11h, na Band.



A maior das vitórias de Hamilton

Dias ao Volante
Publicado por em F-1 ·









A centésima primeira vitória de Lewis Hamilton foi a maior dele na Fórmula-1 por uma série de motivos. E neste post de cobertura do GP do Brasil, ficarei somente com esses motivos, com a licença de vocês.

1 Porque o Hamilton venceu a FIA três vezes. A primeira foi pela desclassificação do treino de sexta-feira que o jogou para o último lugar do grid da mini corrida de sábado, terminando em quinto. A segunda foi a não punição a Max Verstappen quando o holandês jogou o Hamilton acintosamente para fora da pista na Curva do Lago. A terceira foi a não punição a Verstappen quando o holandês fez um zigue-zague na frente do Hamilton com uma distância de menos de um segundo. Isso é proibido.

2 Porque o Hamilton largou na décima posição na corrida principal e ultrapassou na pista todos os oito pilotos da frente, com exceção do Valtteri Bottas, claro, porque o companheiro de equipe abriu a porta obrigatoriamente.

3 Porque o Hamilton correu com a “faca entre os dentes” durante todo o fim de semana.

4 Porque o Hamilton derrotou a Red Bull dentro da pista. Pista essa que era claramente favorável ao carro da equipe austríaca.

5 Porque na perseguição a Verstappen, o Hamilton compensava “no braço” a superioridade do carro da Red Bull no grande miolo do circuito de Interlagos. Isso deu para perceber acompanhando a cronometragem naquele momento da prova.

6 Pelo reflexo impressionante do Hamilton ao tirar seu carro para fora da pista na Curva do Lago quando o Verstappen o jogou para fora. A maior prova disso é que o próprio Verstappen saiu da pista nesse momento, em uma manobra claramente desleal do piloto da Red Bull.

7 Porque o Hamilton mostrou todo o seu talento ao volante de um F-1 no Brasil, a terra de seu ídolo Ayrton Senna.

8 Porque o Hamilton repetiu o gesto de Senna levando a bandeira do Brasil dentro do carro depois de vencer
a corrida, como fez o Senna em 1993.

9 Porque o Hamilton fez voltar a bandeira do Brasil ao pódio da F-1.

10 Porque, em uma corrida favorável à inimiga Red Bull, o Hamilton conseguiu diminuir sua diferença no campeonato para Verstappen de 21 para 14 pontos.

E fecho em 10 itens porque o Hamilton simplesmente é nota 10. Por tudo o que ele fez neste domingo com relação ao Brasil, o Hamilton passa a ter dupla cidadania. O Hamilton é brasileiro e o Brasil está de volta à F-1. Confesso que fui às lágrimas ao ver todos esses gestos de carinho dele pelo Brasil. Mas certamente não estive sozinho nisso, o autódromo e milhões de brasileiros choraram neste domingo. O grande Reginaldo Leme também chorou ao final do GP do Brasil, revelação feita pelo narrador Sérgio Maurício, da Band. Aliás, o Sérgio está de parabéns também. Sua narração neste domingo foi histórica!
Lembro ainda uma frase dita por Hamilton depois de dar um show na mini corrida de sábado e que ficou registrada na nossa cobertura: "Ainda não terminou!" E não tinha terminado mesmo, grande campeão! Sua “sinfonia” em Interlagos estava apenas começando!

Resultado da corrida:
1) L. Hamilton - Mercedes - 1h32min22s851
2) M. Verstappen - Red Bull - a 10s496
3) V. Bottas - Mercedes - a 13s576

4) S. Perez - Red Bull - a 39s940
5) C. Leclerc - Ferrari - a 49s517
6) C. Sainz Jr - Ferrari - a 51s820
7) P. Gasly - Alpha Tauri - a uma volta
8) E. Ocon - Alpine - a uma volta
9) F. Alonso - Alpine - a uma volta
10) L. Norris - McLaren - a uma volta

11) S. Vettel - Aston Martin - a uma volta
12) K. Raikkonen - Alfa Romeo - a uma volta
13) G. Russell - Williams - a uma volta
14) A. Giovinazzi - Alfa Romeo - a uma volta
15) Y. Tsunoda - Alpha Tauri - a uma volta
16) N. Latifi - Williams - a uma volta
17) N. Mazepin - Haas - a duas voltas
18) M. Schumacher - Haas - a duas voltas

19) D. Ricciardo - McLaren - não completou
20) L. Stroll - Aston Martin - não completou

Volta mais rápida - S. Perez - Red Bull - 1min11s010

Mundial de Pilotos 2021:
1) M. Verstappen - Red Bull - 332,5 pontos
2) L. Hamilton - Mercedes - 318,5 pontos
3) V. Bottas - Mercedes - 203 pontos
4) S. Perez - Red Bull - 178 pontos
5) L. Norris - McLaren - 151 pontos
6) C. Leclerc - Ferrari - 148 pontos
7) C. Sainz Jr - Ferrari - 139,5 pontos
8) D. Ricciardo - McLaren - 105 pontos
9) P. Gasly - Alpha Tauri - 92 pontos
10) F. Alonso - Alpine - 62 pontos
11) E. Ocon - Alpine - 50 pontos
12) S. Vettel - Aston Martin - 42 pontos
13) L. Stroll - Aston Martin - 26 pontos
14) Y. Tsunoda - Alpha Tauri - 20 pontos
15) G. Russell - Williams - 16 pontos
16) K. Raikkonen - Alfa Romeo - 10 pontos
17) N. Latifi - Williams - 7 pontos
18) A. Giovinazzi - Alfa Romeo - 1 ponto
19) M. Schumacher - Haas - 0 ponto
20) R. Kubica - Alfa Romeo - 0 ponto
21) N. Mazepin - Haas - 0 ponto

Mundial de Construtores 2021:
1) Mercedes - 521,5 pontos
2) Red Bull - 510,5 pontos
3) Ferrari - 287,5 pontos
4) McLaren - 256 pontos
5) Alpine - 112 pontos
6) Alpha Tauri - 112 pontos
7) Aston Martin - 68 pontos
8) Williams - 23 pontos
9) Alfa Romeo - 11 pontos
10) Haas - 0 ponto



Campeonato ilegítimo

Dias ao Volante
Publicado por em F-1 ·



A desclassificação de Lewis Hamilton devido a abertura da asa traseira de seu carro estar acima da exigida por lei (2 milímetros a mais) é indiscutível. É um item técnico, que não prevê nem apelação da equipe “faltante”. Mas o ato termina por completar um campeonato e, por consequência, um campeão, no caso Max Verstappen, ilegítimo. Desde o início do campeonato estava claro que a FIA puniria todos os casos duvidosos envolvendo Hamilton e aliviaria nos em que o Verstappen assim estivesse. A maior prova disso foi o ocorrido no GP da Itália, no qual Verstappen cometeu uma tentativa de homicídio ao bater intencionalmente em Hamilton e tomou uma miserável punição de 10 posições no grid da próxima corrida.
O Verstappen, naquela oportunidade, deveria ter sido punido severamente, inclusive com uma suspensão pela FIA. Para quem não lembra, além de bater de propósito no carro do Hamilton, Verstappen deixou seu carro (que ficou em cima da Mercedes) tracionado, podendo decepar a cabeça do inglês. Nada disso foi considerado no julgamento do caso. “Para os amigos, tudo, para os inimigos, a lei”. Nunca uma frase fez tanto sentido quanto essa para o campeonato deste ano da Fórmula-1. Ah, para o Verstappen, que tocou no aerofólio do carro do Hamilton (e isso é proibido por lei) logo após o treino de classificação de sexta-feira, apenas uma multa de 50 mil euros.
Por favor, FIA, pede pra sair!

Bottas é o pole do GP do Brasil

Mas temos, por força da nossa profissão, de continuar fazendo a cobertura do GP do Brasil, especialmente em respeito a quem nos acompanha. Na mini corrida deste sábado, Valtteri Bottas ganhou a primeira posição de Max Verstappen antes da freada do S do Senna e manteve a ponta até a bandeirada. Bottas correu com pneus macios, enquanto Verstappen, com os médios. Carlos Sainz Jr., também com pneus vermelhos, chegou a ultrapassar Verstappen na Curva do Lago, mas foi superado três voltas depois pelo piloto da Red Bull. O grande nome da mini corrida foi mesmo Lewis Hamilton, que largou da última posição e fez 15 ultrapassagens, terminando em quinto lugar, atrás de Sergio Perez. Se a Mercedes não decidir trocar toda a unidade de potência de Hamilton para a corrida deste domingo (pouco provável), o heptacampeão largará em décimo lugar, pois foi punido em 5 lugares no grid pela troca do motor a combustão. Logo após a chegada da prova Sprint deste sábado, Hamilton disse pelo rádio do carro.
- Ainda não terminou – prometendo que partirá para cima em busca da vitória no GP do Brasil.
Com o segundo lugar na mini corrida, Verstappen aumentou para 21 pontos sua vantagem no Mundial de Fórmula-1. Campeonato este ilegítimo, nunca devemos esquecer disso!

Grid de largada do GP do Brasil:
1 Bottas (FIN), Mercedes, 24 voltas
2 Verstappen (HOL), Red Bull, a 1:170
3 Sainz Jr. (ESP), Ferrari, a 18:723

4 Perez (MEX), Red Bull, a 19:787
5 Hamilton (ING), Mercedes, 20:872 (largará na décima posição)
6 Norris (ING), McLaren, a 22:558
7 Leclerc (MON), Ferrari, 25:056
8 Gasly (FRA), AlphaTauri, a 34:158
9 Ocon (FRA), Alpine, a 34:632
10 Vettel (ALE), Aston Martin, a 34:867
11 Ricciardo (AUS), McLaren, a 35:869
12 Alonso (ESP), Alpine, a 36:578
13 Giovinazzi (ITA), Alfa Romeo, a 41:880
14 Stroll (CAN), Aston Martin, a 44:047
15 Tsunoda (JAP), AlphaTauri, a 46:150
16 Latifi (CAN), Williams, a 46:760
17 Russell (ING), Williams, a 47:739
18 Raikkonen (FIN), Alfa Romeo, a 50:014
19 Schumacher (ALE), Haas, a 61:680
20 Mazepin (RUS), Haas, a 77:474



Hamilton larga na frente na mini corrida

Dias ao Volante
Publicado por em F-1 ·



Com um tempo simplesmente espetacular, quase meio segundo mais rápido do que Max Verstappen (o que em Interlagos, uma pista curta, é uma diferença muito grande), Lewis Hamilton levantou a torcida no circuito paulistano e largará na frente na mini corrida de sábado. No entanto, mesmo se vença essa prova sprint, Hamilton perderá cinco posições no grid de largada do GP do Brasil de Fórmula-1, previsto para as 14h de domingo. A mini corrida se inicia às 16h30min de sábado, depois do segundo treino livre.
A demonstração de força de Hamilton, que corre com um capacete estilizado com o de Ayrton Senna, em Interlagos é importante na reta decisiva do Mundial. Mesmo se ele largar em sexto (a melhor posição possível para o inglês com a punição), terá grandes possibilidades de galgar posições rumo à vitória. O circuito de Interlagos tem pelo menos três bons pontos de ultrapassagem: no próprio S do Senna, na curva do Lago e na Junção.

Classificação para a mini corrida em Interlagos:
1 Hamilton (ING), Mercedes, 1:7:934
2 Verstappen (HOL), Red Bull, a 0:438
3 Bottas (FIN), Mercedes, a 0:535
4 Perez (MEX), Red Bull, a 0:549
5 Gasly (FRA), AlphaTauri, a 0:843
6 Sainz Jr. (ESP), Ferrari, a 0:892
7 Leclerc (MON), Ferrari, 1:026
8 Norris (ING), McLaren, a 1:046
9 Ricciardo (AUS), McLaren, a 1:105
10 Alonso (ESP), Alpine, a 1:179

11 Ocon (FRA), Alpine
12 Vettel (ALE), Aston Martin
13 Tsunoda (JAP), AlphaTauri
14 Raikkonen (FIN), Alfa Romeo
15 Giovinazzi (ITA), Alfa Romeo

16 Stroll (CAN), Aston Martin
17 Latifi (CAN), Williams
18 Russell (ING), Williams
19 Schumacher (ALE), Haas
20 Mazepin (RUS), Haas



Hamilton mais rápido em Interlagos

Dias ao Volante
Publicado por em F-1 ·


No único treino antes da classificação para a mini corrida, Lewis Hamilton, que perderá 5 posições no grid de largada do GP do Brasil, devido à troca de motor, foi o mais rápido nesta sexta-feira. O piloto da Mercedes ficou à frente de Max Verstappen, favorito para a vencer a mini corrida e para largar em primeiro no domingo, de Sergio Perez e de Valtteri Bottas.
O treino de classificação, que mostrará quem está mais rápido em Interlagos, se inicia logo mais, às 16h.

Primeiro treino livre em Interlagos:
1 Hamilton (ING), Mercedes, 1:9:050
2 Verstappen (HOL), Red Bull, a 0:367
3 Perez (MEX), Red Bull, a 0:442
4 Bottas (FIN), Mercedes, a 0:517
5 Gasly (FRA), AlphaTauri, a 0:830
6 Sainz Jr. (ESP), Ferrari, a 1:074
7 Leclerc (MON), Ferrari, 1:092
8 Ocon (FRA), Alpine, a 1:095
9 Alonso (ESP), Alpine, a 1:151
10 Stroll (CAN), Aston Martin, a 1:302
11 Tsunoda (JAP), AlphaTauri, a 1:324
12 Vettel (ALE), Aston Martin, a 1:363
13 Raikkonen (FIN), Alfa Romeo, a 1:393
14 Giovinazzi (ITA), Alfa Romeo, a 1:537
15 Norris (ING), McLaren, a 1:560
16 Schumacher (ALE), Haas, a 1:835
17 Latifi (CAN), Williams, a 1:852
18 Russell (ING), Williams, a 1:888
19 Ricciardo (AUS), McLaren, a 1:940
20 Mazepin (RUS), Haas, a 2:292



Hamilton perde cinco posições no Brasil

Dias ao Volante
Publicado por em F-1 ·


A luta que já era muito dura contra Max Verstappen no GP do Brasil ficou ainda mais complicada para Lewis Hamilton. Como já era previsto, o heptacampeão terá o motor a combustão de sua Mercedes trocado para a corrida em Interlagos. Com isso, Hamilton perderá cinco posições no grid de largada. Ou seja, ele pode sair na primeira posição na mini corrida de sábado, mas, mesmo que vença essa primeira parte do GP do Brasil perderá cinco posições no grid da prova de domingo, não podendo, portanto, ser declarado o pole position oficial da corrida.



Voltar para o conteúdo | Voltar para o Menu principal