Mercado - Dias ao Volante

Ir para o conteúdo

Menu principal:

Mercado

Strada e Stellantis, as
estrelas do semestre
7 de julho de 2021
Ranking dos mais vendidos
dados Fenabrave

Marca/ModeloJunhoAcumulado
01Fiat Strada9.69761.064
02Fiat Argo9.38241.926
03Hyundai HB207.609
45.408
04Fiat Mobi7.52939.356
05Jeep Renegade7.50440.607
06Renault Kwid6.08329.186
07Jeep Compass6.04632.554
08Fiat Toro5.90934.089
09Hyundai Creta5.90233.493
10Fiat Cronos5.40410.251
Histórico dos mais vendidos
Janeiro 2021Fevereiro 2021Março 2021
Abril 2021Maio 2021Junho 2021
Julho 2021Agosto 2021Setembro 2021
Outubro 2021Novembro 2021Dezembro 2021
Mercado: 2015 - 2016 - 2017 - 2018 - 2019 - 2020 - 2021
Conforme a Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave), os dois principais segmentos de vendas, carros e comerciais leves, fecharam o mês de junho com 169.589 unidades emplacadas, significando uma queda de 3,3% ante maio e aumento de 38,1% sobre o mesmo intervalo do ano passado. No acumulado do primeiro semestre de 2021, as vendas nos dois segmentos foram de 1.006.685 unidades, crescimento de 31,9% em comparação aos seis primeiros meses de 2020.
A Fiat Strada manteve a liderança em junho e no acumulado, com 9.697 unidades comercializadas e um total de 61.064 de janeiro a junho (ver quadro ao lado). O automóvel de passeio mais vendido no semestre foi o Hyundai HB20, mas ficou em terceiro em junho. O Fiat Argo ficou em segundo, o Fiat Mobi foi em quarto no mês, seguido pelo Jeep Renegade, pelo Renault Kwid, pelo Jeep Compass, pela Fiat Toro, pelo Hyundai Creta e pelo Fiat Cronos. No acumulado de vendas, o Chevrolet Onix, que está com a produção quase parada desde abril por falta de semicondutores, ainda aparece na quarta colocação, com 41.510 exemplares negociados, enquanto o Volkswagen Gol é o sétimo, com 36.969 emplacamentos.
A Stellantis (união da FCA com a PSA) deu as cartas no primeiro semestre deste ano, embora os melhores resultados tenham se limitado ao primeiro “braço” do novo Grupo. Entre as marcas, a Fiat registrou 44.447 unidades vendidas em junho, com 26,2% de participação de mercado nos segmentos de automóveis e comerciais leves, e 223.755 emplacamentos nos seis primeiros meses de 2021 e “market share” de 22,2%. A fabricante italiana foi seguida da Volkswagen, com 22.699 exemplares comercializados em junho e participação de 13,3% e com 165.291 vendas no semestre e “share” de 16,4%, da Hyundai (16.738 e 9,8% - 95.403 e 12,3%), da Toyota (16.459 e 9,7% - 78.549 e 7,8%), da Jeep (13.591 e 8,01% - 73.238 e 7,2%), da Renault (13.096 e 7,7% - 69.666 e 6,9%), da General Motors (11.635 e 6,8% - 124.605 e 12,3%), da Honda (6.461 e 3,8% - 40.157 e 3,9%), da Nissan (5.122 e 3,02% - 32.857 e 3,2%) e da Caoa Chery (3.186 e 1,8% - 15.324 e 1,5%). A Ford, que interrompeu a produção de veículos no Brasil no início deste ano e passou a comercializar apenas modelos importados, ficou com a décima posição no acumulado de janeiro a junho, com 24.746 emplacamentos e participação de 2,4%.

Curta a página de “Dias ao Volante.Carros” no Facebook, em www.facebook.com/DiasaoVolante.Carros
Voltar para o conteúdo | Voltar para o Menu principal